Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Paulo Alvim

Órgão

Paulo Alvim iniciou os estudos musicais no Conservatório de Música do Porto, onde concluiu o Curso Superior de Violino na classe de José Luís Delerue. Frequentou cursos de aperfeiçoamento de violino com os professores Kurt-Christian Stier e Marie Leonard (violino barroco). Paralelamente, estudou Órgão, durante três anos, com António Ferreira dos Santos.

Como bolseiro da diocese de Regensburg, ingressou em 1989 no Curso de Música Sacra, Órgão e Direcção de Coro, na Escola Superior de Música Sacra da mesma cidade alemã, tendo como professores, em Órgão e Técnicas da Composição, Franz Josef Stoiber e Roland Büchner em Direcção de Coro, curso que concluiu em 1993. Terminou ainda a Licenciatura em Órgão – Diploma Pedagógico pela Escola Superior de Música de Munique (Alemanha) no ano seguinte.

Frequentou cursos de aperfeiçoamento de órgão, interpretação e improvisação, com os professores Édouard Souberbielle, Almuth Rössler, Ludger Lohmann, Klemens Schnorr, Egidius Doll, Franz Lehrndorfer e Peter Planyavsky.

Como organista, participou nos Festivais de Música: “Bach-Woche” de Regensburg em 1990 e 1992; “Bach” na Igreja “Maria vom Guten Rat” München-1995; “Encontros com o Barroco” Porto-1996; Concerto nas “V Jornadas de Música de Órgão” – Porto/Braga -1997 e no Festival de Órgão de Mafra-2002. Inaugurou os órgãos das Igrejas: Senhora da Conceição-Porto, órgão de coro G. Heintz-1996; Capela do Cemitério de Agramonte-Porto 1996; Igreja Paroquial de Valadares-1996; Igreja de Oliveira do Douro – 1999 e participou nos ciclos inaugurais dos órgãos das Igrejas: Lapa-Porto, G. Jann 1995; Sé Catedral de Leiria, G. Heintz-1998; Sª Conceição – Porto G. Heintz-1998/99, Santa Rita-Ermesinde, Goll-2002 e no 4º aniversário do órgão da Igreja da Lapa – Porto, 1999. Foi, em 1997, organista na 1ª audição nacional da obra “Passio” de Arvo Pärt com o Grupo de Música Vocal Contemporânea, com a presença do compositor. Colaborou, como organista, com Coro da Sé Catedral do Porto e a Orquestra Nacional do Porto. Teve, até 1995, actividade regular de organista na Sé Catedral do Porto.

Integrou a comissões técnicas para a construção do Grande Órgão da Igreja Senhora da Conceição, Grande Órgão da Igreja de Santa Rita do Colégio de Ermesinde, Órgão da Igreja Paroquial de Sendim. Integrou o júri do Concurso Regional de Piano – Braga nos anos de 1999 e 2000.

Iniciou a actividade docente como professor de Órgão no Centro de Cultura Musical de Caldas da Saúde de 1995 a 1997. É, desde 1995, professor de Órgão no Conservatório de Música do Porto. Leccionou Harmonia e Órgão – literatura e litúrgico na Escola Diocesana de Ministérios Litúrgicos do Porto. De 1995 a 2002, exerceu a função regular de organista na Igreja da Lapa – Porto. É membro fundador da Associação “Grupo de Câmara do Porto”, da qual é presidente, onde tem as funções de organista e director artístico. É organista na Igreja de Cedofeita, Porto.