Pandeiro

TOCA, TOCA PANDEIRINHO

Toca toca pandeirinho
toca toca pandeireta
das cantigas que tu tocas
uma é branca a outra é preta.

Uma chora de tristeza
outra salta de alegria
toca toca pandeirinho
seja noite ou seja dia.

Toca toca pandeirinho
toca toca violão
que o teu toque às vezes toca
tal e qual um coração.

Coração é como um sino
toca certo toca fundo
toca toca pandeirinho
nas voltinhas deste mundo.

Toca toca pandeirinho
toca toca pianola
toca livre em toda a parte
não te prendas na gaiola.

Na gaiola morre o canto
e o tocar do tocador
toca toca pandeirinho
toca toca meu amor.

José Fanha

José Manuel Krusse Fanha Vicente é um arquiteto, poeta, formador, divulgador, escritor de literatura infanto-juvenil português. Nasceu em Lisboa, a 19 de fevereiro de 1951. É mestre na área de Educação e Leitura pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa e doutorando na área História da Educação e da Cultura Escrita na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da UL. É sócio da Associação Portuguesa de Escritores e da Sociedade Portuguesa de Autores.

Escreveu e publicou numerosas obras poéticas [Cantigas da dúvida e do perguntar (1970)], ficção [Alfredo Keil – A Pátria acima de tudo (2015)], literatura infanto-juvenil [Cantigas e cantigos” (2004); Cantigas e cantigos para formigas e formigos (2010)], teatro [O trombone, encenação de Maria Henrique, com Jorge Mourato e Rui Quintas em 2002]. Aqui são referidas apenas as de temática musical.

SUGESTÕES PEDAGÓGICAS

O professor apresenta à turma um pandeiro e declama o poema, descrevendo sumariamente o autor José Fanha.

Cada criança tem um pandeiro, pandeireta ou um instrumento de percussão reutilizado.

O professor declama a primeira quadra marcando o compasso, depois a pulsação, e todos o imitam.

Percute um ostinato recitando outra quadra e a turma imita-o.

Finalmente, cada um diz individualmente com o seu próprio acompanhamento, podendo eventualmente criar um ostinato diferente.

Pandeiro

Pandeiro

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *