Tchakare, Moçambique

Tchakare é um cordofone em que a corda passa directamente por cima da caixa de ressonância, assim como acontece na viola. Esta caixa de ressonância é normalmente feita de madeira coberta de uma membrana de pele de lagarto (varano d’água). O tocador segura o instrumento de modo a que a caixa fique encostada ao seu abdómen ou ao seu ombro. Com uma das mãos faz pressão sobre a corda para variar o som, ao mesmo tempo que ela é friccionada com o arco, que segura na outra mão. A corda deste arco é feita de raiz de «murapa» embebida em resina da árvore «chakari». Nas Províncias de Niassa e Zambézia este instrumento é conhecido também pelo nome de siribo. Em Nampula e Cabo Delgado, para o mesmo instrumento utilizam-se respectivamente os nomes de viela e kanhembe.
Noutras zonas do País como Tete e Inhambane existe este tipo de instrumento, embora em número mais restrito e com algumas pequenas variações. É o caso do caligo em Tete e do mupsuikipsuiki em Inhambane (principalmente nas zonas onde se fala o chitswa). O tchakare pode ser tocado individualmente ou então acompanhado de mais instrumentos ou canções.

Catálogo dos Instrumentos Musicais de Moçambique, República Popular de Moçambique, Ministério da Educação e Cultura 1980.

0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *