Artigos

Malpica do Tejo

Entrudo
+ Senhora do Almurtão

Ó Entrudo, ó Entrudo,
Ó Entrudo chocalheiro,
Que não deixas assentar
As mocinhas ao soalheiro!

Estas casas estão caiadas,
Estas casas estão caiadas.
Quem seria a caiadeira?
Quem seria a caiadeira?

Foi o noivo mai-la noiva,
Foi o noivo mai-la noiva
Com um raminho de oliveira.
Quem seria a caiadeira?

Eu quero ir para o monte,
Eu quero ir para o monte,
Que no monte é que eu estou bem,
Que no monte é que eu estou bem.

Onde não veja ninguém,
Onde não veja ninguém.

Senhora do Almurtão,
Ó minha linda raiana,
Virai costas a Castela!
Não queirais ser castelhana.

Senhora do Almurtão,
Eu p’ró ano não prometo,
Que me morreu o amori;
Ando vestida de preto.

Letra e música: Tradicional (Malpica do Tejo, Castelo Branco, Beira Baixa + Idanha-a-Nova, Beira Baixa)
Arranjo: Velha Gaiteira
Intérprete: Velha Gaiteira (in CD “Velha Gaiteira”, Velha Gaiteira/Ferradura, 2010)

Malpica do Tejo
Malpica do Tejo