Artigos

Pewang, Tibete

Pewang, ou chiwang, é um cordofone de arco tradicional do Tibete e Butão (Ásia), feito de corno de boi ou búfalo com caixa de ressonância coberta de pele de cabra, duas cordas e arco feito de bambu seco e pelo de crina de cavalo.

Situa-se no índice 32 do sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos. É um cordofone composto, instrumento de corda que tem caixa de ressonância como parte integrante e indispensável.

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Tibete
  • Instrumentos de corda friccionada
  • Cordofones de arco
  • Instrumentos musicais começados por p
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Chod damaru, Tibete

Chod damaru é um tambor bimembranofone antigo e tradicional do Tibete, utilizado em rituais budistas.

Situa-se no índice 21 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais, entre os tambores percutidos, instrumentos cuja membrana é posta em vibração ao ser batida ou percutida. 

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Tibete
  • Tambores percutidos
  • Tambores de guitas
  • Tambores em forma de ampulheta
  • Instrumentos começados por c
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Dramyen, alaúde tibetano

Dramyen é um cordofone tradicional dos Himalaias, da família dos alaúdes, com tamanho e número de cordas variável conforme a região, entre 4 e 7. Aparece com especificidades e diferentes nomes: damyan, dramyen, dranyen, dramyin, tungana.

Situa-se no índice 32 do sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos. É um cordofone composto, instrumento de corda que tem caixa de ressonância como parte integrante e indispensável.

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Tibete
  • Instrumentos de corda dedilhada
  • Família dos alaúdes
  • Instrumentos musicais começados por d
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Dung-chen, Tibete

Dung-chen é uma trompa do Tibete, China, que é constituída por diversos elementos e pode atingir 4 metros ou até mais. É utilizado especialmente em contexto religioso, pelas comunidades monásticas budistas.

Nos instrumentos da categoria 4 do sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais (aerofones), o som é produzido principalmente pela vibração do ar ou pela sua passagem através de arestas ou palhetas: o instrumento por si só não vibra, nem há membranas ou cordas vibrantes.

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais da China
  • Instrumentos tradicionais do Tibete
  • Instrumentos começados por d
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Dungchen

Dungchen é uma trompa do Tibete constituída por diversos elementos que pode atingir 4 metros ou mais.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Shankha, Tibete

Shankha é um aerofone tradicional do Nepal constituído por um búzio com orifício para sopro.

Nos instrumentos da categoria 4 do sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais (aerofones), o som é produzido principalmente pela vibração do ar ou pela sua passagem através de arestas ou palhetas: o instrumento por si só não vibra, nem há membranas ou cordas vibrantes.

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Nepal
  • Família das trombetas
  • Aerofones de bocal
  • Búzios musicais
  • Instrumentos começados por s
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Rag dung, Tibete

Rag dung é um aerofone longo da família das trompetes usado nas cerimónias budistas do Tibete e da Mongólia. É por vezes toco em pares ou múltiplos.

Nos instrumentos da categoria 4 do sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais (aerofones), o som é produzido principalmente pela vibração do ar ou pela sua passagem através de arestas ou palhetas: o instrumento por si só não vibra, nem há membranas ou cordas vibrantes.

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Tibete
  • Aerofones de bocal
  • Família das trompetes
  • Instrumentos começados por r
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Rolmo, Tibete

Rolmo é um idiofone de entrechoque utilizado nos ritos dos monges budistas do Tibete.

É um idiofone percutido sem intenção melódica (é de altura indefinida). Situa-se no índice 11 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais. Os idiofones percutidos são postos em vibração por um golpe ou batida.

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Tibete
  • Idiofones de concussão
  • Família dos címbalos
  • Instrumentos começados por r
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Manjira, Tibete

Manjira é um instrumento de percussão da família dos idiofones que consiste em dois pequenos címbalos metálicos, ligados por um fio, que entrechocam. O instrumento também é conhecido por taal, jalra, khartàl ou gini, sendo tocado em funções devocionais e no folclore.

É um idiofone percutido sem intenção melódica (é de altura indefinida). Situa-se no índice 11 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais. Os idiofones percutidos são postos em vibração por um golpe ou batida.

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Tibete
  • Idiofones de concussão
  • Instrumentos começados por m
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Kengirge

Kengirge é um bombo tradicional constituído por uma armação de madeira e duas membranas de pele de cabra esticadas por cordas. Foi introduzido em Tuva, na Ásia Central, por budistas tibetanos.

Situa-se no índice 21 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais, entre os tambores percutidos, instrumentos cuja membrana é posta em vibração ao ser batida ou percutida. 

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Tibete
  • Tambores percutidos
  • Tambores circulares
  • Instrumentos começados por k
Partilhe
Share on Facebook
Facebook