Artigos

Rebolo Contemporânea

Rebolo (o mesmo que tantã, ou tan tan) é um membranofone de percussão direta tradicional do Brasil. Tem forma cilíndrica (modelo que mais parece um tambor), ou afunilado na ponta (mais parecido com um atabaque). O corpo é de madeira ou alumínio. Em uma das extremidades usa-se uma pele que pode ser de animal ou polyester (napa). Existem vários calibres, fazendo com que o seu som varie do mais agudo ao mais grave. É utilizado para dar a marcação rítmica na música e muito importante no samba. O instrumentista serve-se das mãos para tocar, não sendo necessárias baquetas. Uma das mãos toca a pele do instrumento e a outra o corpo.

Situa-se no índice 21 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais, entre os tambores percutidos, instrumentos cuja membrana é posta em vibração ao ser batida ou percutida. 

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Brasil
  • Tambores percutidos
  • Instrumentos começados por r

 

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Reco-reco de molas, Brasil

Raspador é um termo genérico português (e espanhol, também) para um idiofone de raspagem constituído por um cilindro de madeira com saliências friccionado por uma vara de madeira, mais fina.

Situa-se no índice 13. do sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais. Nestes idiofones, o som produz-se por fricção ou raspagem.

ETIQUETAS

  • Instrumentos tradicionais do Brasil
  • Idiofones de fricção
  • Instrumentos começados por 

 
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Escaleta

Escaleta é o nome dado no Brasil à melódica, instrumento de sopro de palheta livre que se toca soprando através de embocadura e dedilhando com uma das mãos. Pressionando uma tecla com um dedo provoca-se a passagem de ar através de uma palheta e a respetiva vibração. Existem melódicas soprano, contralto, tenor e baixo, de marcas como Hohner, Yamaha, Suzuki, Hammond, Becker. Steve Reich compôs em 1966 a obra “Melodica” para este instrumento.

Nos instrumentos da categoria aerofone, o som é produzido principalmente pela vibração do ar ou pela sua passagem através de arestas ou palhetas: o instrumento por si só não vibra, nem há membranas ou cordas vibrantes.

ETIQUETAS

  • Instrumentos de sopro de teclado
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Agogô, Brasil

Termo yoruba que significa “sino”, agogô é um idiofone de percussão direta tradicional do Brasil constituído por duas, três ou quatro campânulas de ferro, coco ou madeira ligados entre si. O executante toca batendo com uma baqueta de madeira numa das campânulas (ou batendo uma campânula na outra, no caso dos agogôs de metal). O agogô entrou no Brasil por via africana, sendo utilizado nas danças de origem africana e similares (capoeira, e candomblé, por exemplo).

O agogo de madeira é muito usado na música tradicional do Brasil e na Educação Musical em muitos países.

Situa-se no índice 11 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais. É um idiofone percutido sem intenção melódica (é de altura indefinida). Os idiofones percutidos são postos em vibração por um golpe ou batida.

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Brasil
  • Idiofones percutidos
  • Instrumentos de percussão de altura indefinida
  • Instrumentos começados por a
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Afuche

Afuche, o mesmo que afoxé, é um idiofone tradicional do Brasil e de origem africana. É constituído por uma cabaça rodeada por bolinhas (que podem ser de materiais diversos), ligadas por uma espécie de rede. Quando o executante as raspa contra a superfície da cabaça, produz o seu som característico. O afuche moderno tem uma configuração e materiais diferentes do tradicional, tornando-se mais resistente do que as cabaças naturais.

Situa-se no índice 13. do sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais. Nestes idiofones, o som produz-se por fricção ou raspagem.

ETIQUETAS

  • Instrumentos tradicionais do Brasil
  • Idiofones de fricção
  • Instrumentos começados por a

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Berimbau de boca

O berimbau de boca (também chamado berimbau de índio) é a designação brasileira de um pequeno instrumento de percussão que consiste numa lingueta flexível de metal ou bambu ligada a estrutura que se coloca na boca. A outra extremidade da lingueta solta é beliscada com o dedo do executante, enquanto a a armação do instrumento fica presa nos dentes. Ao mudar a forma da boca o executante altera os sons sugerindo notas diferentes. Trata-se de um instrumento muito antigo de origem asiática. Amplamente difundido na Europa, chegou ao Brasil ainda no século XVI provavelmente através dos colonizadores e missionários portugueses. Ao que parece o instrumento foi muito usado no Rio de Janeiro nos séculos XVIII e XIX, pois era importado com muita frequência e em grandes quantidades.

Idiofone beliscado, encontra-se no índice 12 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais. As suas partes vibrantes são colocadas em vibração ao serem beliscadas ou dedilhadas.

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Brasil
  • Família das harpas de boca
  • Instrumentos começados por b

 

 

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Violão acústico, Brasil

Violão é o nome dado no Brasil à guitarra clássica, guitarra acústica com cordas de nylon ou aço, e braço com trastos, concebida inicialmente para a interpretação de peças de música erudita. O corpo é oco e chato, em forma de oito, e pode ser feito de madeiras diversas.

Situa-se no índice 32 do sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos. É um cordofone composto, instrumento de corda que tem caixa de ressonância como parte integrante e indispensável.

  • Instrumentos musicais do Brasil
  • Instrumentos de corda dedilhada
  • Instrumentos começados por v
 
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Pandeirão, Maranhão, Brasil

Pandeirão é um tambor unimembranofone usado no Bumba-meu-boi (Maranhão, Brasil), com cerca de 35 cm de diâmetro e 8 cm de altura, feito de madeira e couro de cabra com afinador de metal. É semelhante ao bendir do norte da África.

Situa-se no índice 21 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais, entre os tambores percutidos, instrumentos cuja membrana é posta em vibração ao ser batida ou percutida. 

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Brasil
  • Tambores percutidos
  • Tambores de mão
  • Instrumentos começados por p

 
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Alfaia de Macaíba

Alfaia (o mesmo que zabumba, bombo, bumba, caixa grande, tambor grande, ou zé-pereira) é um tambor bimembranofone tradicional do Brasil com formato cilíndrico e profundidade inferior ao diâmetro. Tem corpo de madeira e pele de cabra ou de outros animais, esticada por cordas. É percutido por varetas, macetas ou baquetas.

Situa-se no índice 21 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais, entre os tambores percutidos, instrumentos cuja membrana é posta em vibração ao ser batida ou percutida. 

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Brasil
  • Tambores percutidos
  • Família dos bombos
  • Instrumentos começados por a

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Tamborim

Tamborim é um tambor de mão circular, tradicional do Brasil. O termo designa também um unimembranofone muito utilizado na educação musical.

Situa-se no índice 21 no sistema Hornbostel-Sachs de classificação de instrumentos musicais, entre os tambores percutidos, instrumentos cuja membrana é posta em vibração ao ser batida ou percutida. 

ETIQUETAS

  • Instrumentos musicais do Brasil
  • Instrumentos musicais de Portugal
  • Tambores percutidos
  • Tambores de mão
  • Instrumentos musicais começados por t
Partilhe
Share on Facebook
Facebook