Artigos

Soalheira, Brasil

Soalheira é uma designação genérica de instrumentos de percussão dotados de soalhas, existentes em Cabo Verde e no Brasil, com formatos diferentes. Como o nome diz, o som do instrumento vem do agitamento das soalhas, incluindo tampas metálicas de garrafas reutilizadas. Em Cabo Verde e muitos outros países, os instrumentos do tipo “soalheira” são muitas vezes feitos de materiais reciclados e de construção bastante simples. Consiste em numa prancha de madeira com uma parte mais estreita e outra mais larga. Na parte larga existem pregos que servem de suporte para as tampas metálicas. Em Cabo Verde é comum encontrar crianças tocando a soalheira de porta em porta, no dia de São Silvestre (31 de dezembro), desejando bom Ano Novo.

As soalheiras podem ter formas variadas, mas essencialmente possuem uma armação (de madeira, de plástico, de metal) que suporta umas hastes. Essas hastes, por suas vez, perfuram uma série de soalhas que deslizam ao longo da haste, e essas mesmas soalhas produzem som quando chocam entre si. O instrumento é tocado agitando numa direção paralela às hastes que contêm as soalhas.

No Brasil, existe um certo tipo de soalheira usada em batucadas de samba, que são chamadas chapinhas, rocar ou chocalho (o que pode lançar alguma confusão com os outros tipos de chocalhos).

Em Portugal, existe um tipo de soalheira a que se dá o nome de chincalho. É feito com uma prancha de madeira, atravessada por pregos que servem de suporte para tampas metálicas de garrafas, que funcionam como soalhas.

Soalheira, Brasil

Soalheira, Brasil

Instrumentos musicais do Brasil
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Pife, Carlos Malta, Brasil

Pife é uma pequena flauta artesanal existente em Portugal e no Brasil.

O termo também pode ser sinónimo de pífano ou pífaro, pequena flauta transversal, aguda, similar a um flautim, mas com um timbre mais intenso e estridente, devido ao seu diâmetro menor. Os pífanos são originários da Europa medieval e são frequentemente utilizados em bandas militares.

Instrumentos musicais do Brasil
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Trocano, tambor de fenda, Brasil

Trocano (torokná, trocana) é um idiofone da família dos tambores de fenda, conhecido em diversas tribos brasileiras, que serve para a comunicação à distância. É constituído por um toro de madeira, com uns dois ou três metros de comprimento e mais de um metro e meio de diâmetro (os tamanhos podem variar). Na madeira, que deve ser leve e sonora, são feitos três buracos de uns dez centímetros de diâmetro, reunidos por uma estreita fenda.

O instrumento fica suspenso por tiras de cipó amarrado entre quatro pilares de madeira. Isso permite que ele seja baixado ou elevado conforme a distância que se queira atingir com a mensagem, quanto mais baixo maior o alcance. A percussão é feita por bastões com extremidades envolvidas em goma elástica ou tiras de couro. Conforme o local que é golpeado, a quantidade de golpes e seu espaçamento é possível transmitir pequenas mensagens, podendo ser ouvida em um raio de até 10 quilómetros.

Etnomusicologia2016
Instrumentos musicais do Brasil
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Torokaná, tambor de fenda, Brasil

Torokaná, trocano, trocana é um termo que designa um idiofone brasileiro de percussão direta que consiste num toro grande e largo de madeira leve e sonora com fenda. Com alcance de 12 km, o trocano terá sido utilizado em funções musicais mas para comunicação entre aldeias de indígenas.

Instrumentos musicais do Brasil
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Macumba, reco-reco, Brasil

Macumba (s.f.) é um idiofone de percussão indireta por raspagem com baqueta, de origem africana, semelhante ao reco-reco. O termo macumba é também aplicado a rituais do candomblé baiano e ao xangô pernambucano.

Instrumentos musicais do Brasil
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Quintotom, Brasil

Quintotom é um membranofone brasileiro de percussão direta formado por cinco tambores que produzem diferentes sons. É um instrumento de repique que exige ao músico grande agilidade nas mãos.

Instrumentos musicais do Brasil
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Maracá, idiofone de agitação, Brasil

Maracá é um idiofone de agitação tradicional do Brasil constituído basicamente por uma cabaça com sementes no interior e um cabo de bambu. Maraca, bapo, maracaxá ou xuatê são outras designações para o instrumento. O recipiente, de formato variável, pode ser de cartão, plástico ou cabaça, contendo sementes secas, grãos, arroz, areia ou outro material. A ornamentação também é muito variável.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Querequexé, idiofone de fricção, Brasil

Querequexé é um idiofone de fricção feito de cabaça, tradicional do Brasil.

Instrumentos musicais do Brasil
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Berimbau, Brasil

Berimbau é um instrumento de percussão em forma de arco retesado por um arame e uma pequena cabaça de ressonância, levado de África para o Brasil, onde é muito utilizado na “capoeira” de que é símbolo. A corda é percutida com uma pequena vara.

Instrumentos musicais do Brasil
Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Timba, Brasil

Timba é um timbal brasileiro, um membranofone derivado do caxambu, sendo tocado habitualmente com ambas as mãos. Existindo com tamanhos variados, é ligeiramente cónico, leve e com corpo de madeira ou metal e membrana.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook