Artigos

Baixão, curtal, dulcian, família

Dulcian ou curtal, em Inglês, dulzian em Alemão, douçaine ou doulciane em Françês, dulciaan em Neerlandês, dulciana e bajón em Espanhol, baixão em Português, designa uma família de aerofones de palheta dupla do Renascimento (soprano, alto, tenor e baixo. Predecessor do moderno fagote, floresceu entre 1550 e 1700.

Corneta, cornet à bouquin, Eva Godard, Philharmonie de Paris

Corneta é um aerofone que tem os nomes de cornetto em Italiano, cornet à bouquin em Francês, cornett em Inglês, zink em Alemão e Neerlandês, sinka ou zinka em Sueco, sinkki em Finlandês, e cink em Checo e Húngaro. É um aerofone conhecido na Europa desde a Idade Média que foi popular entre 1500-1650. É um instrumento recurvo e de seção cónica internamente. Consiste num tubo feito de madeira, marfim ou ebonite. Historicamente, foi utilizado na igreja juntamente com a sacabuxa para dobrar o coro.

Cervelas, Renascença

Cervelas (também chamado rackett ou fagote de salsicha é uma família de instrumentos de sopro de palheta da Renascença e do Barroco. Foi introduzido no final do século XVI e substituído pelos fagotes no final do século XVII.

Rackett, Europa

Rackett (também chamado cervelas ou fagote de salsicha) é uma família de instrumentos de sopro de palheta da Renascença e do Barroco. Foi introduzido no final do século XVI e substituído pelos fagotes no final do século XVII.

Cornamuse, Renascimento

Cornamuse é um aerofone de palheta dupla (como o oboé) tradicional da Europa popular no Renascimento.