Artigos

Empluk, Bali, Indonésia

Empluk é um idiofone de metal tradicional de Bali, Indonésia, que faz parte da orquestra de gamelão.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Gangsa, Bali, Indonésia

Gangsa é um lamelofone tradicional da Indonésia que faz parte do gamelão de Bali.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Gambang gangsa, Indonésia

Gambang gangsa é um instrumento de lâminas tradicional da Indonésia, similar ao gambang kayu, mas com lâminas de metal.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Kuriding, harpa de boca, Indonésia

Kuriding é um lamelofone da família das harpas de boca tradicional da Indonésia.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Gender, gamelão, Java, Indonésia

Gender é um metalofone utilizado nas orquestras de gamelão de Bali (Indonésia).

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Sesando, Timor Ocidental, Indonésia

Sesando (sasando ou sasandu) é uma harpa tradicional da ilha de Roti, região de Timor Ocidental, Indonésia. O termo significa “vibração” ou “instrumento que soa”. Supõe-se que o Sasando já era do conhecimento dos habitantes da ilha de Roti desde, pelo menos, o século VII. A parte principal do Sasando é um tubo de bambu que serve como estrutura do instrumento. Em torno do tubo há várias peças de madeira que servem como cunhas onde as cordas são esticadas a partir do topo para a base. A função das cunhas é segurar as cordas mais altas da superfície do tubo. O sasando é tocado com ambas as mãos. Os dedos do tocador dedilham as cordas de uma forma semelhante a tocar harpa. O sasando tem 28 ou 56 strings. Com 28 cordas, é chamado sasando engkel; com 56 cordas é sasando dobel ou, ainda, sasando engkel, de cordas duplas.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Gandang, Indonésia

Gandang, kendhang, kendang, é um tambor bimembranofone tradicional do Sudeste Asiático. É um dos instrumentos fundamentais dos grupos de gamelão na Indonésia, Malásia, Singapura, Brunei e Filipinas. É construído de várias formas por diferentes grupos étnicos.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Kacapi, Indonésia

Kacapi é um cordofone incluído na família dos alaúdes de barco, o que se deve ao formato. Tem tem duas ou mais cordas. É tocado por homens e mulheres, a solo ou em conjunto, em música instrumental e como acompanhamento. Em vários países do mundo existem cordofones da família dos alaúdes: Kaburu na Nigéria, Kabosa em Madagáscar, Karaduzen na antiga Sérvia, Kambre na Serra Leoa, Sitar na Índia, Yueqin na China, Shamisen no Japão, Gurmi no Níger. Semelhantes ao kacapi existem na Indonésia, além do Hasapi de Toba Batak, Kacapi de Java Ocidental, com várias formas e tipos, Kacaping em Sulawesi e Sumba, Kucapi em Minangkabau, Kulcapi em Batak Karo, Sapek ou Sampek ou Sape em West Kalimantan e East Kalimantan, Kecapi da tribo Dayak Deyah no sul de Kalimantan e outros, com usos e funções semelhantes.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Sasando, Indonésia

Sasando (sasandu, ou sessando) é um cordofone tradicional, uma harpa da ilha de Roti, província de Sonda Oriental, região de Timor Ocidental, na Indonésia. O termo sasando pertence ao dialeto roti “sasandu”, que significa “vibração” ou “instrumento que soa”.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook
Suling, Indonésia

Suling é um instrumento musical do tipo aerofone, da família das flautas, de bambu, usado nas orquestras de Gamelão em Bali e pelo sudoeste da Ásia: Brunei, Indonésia, Malásia, Filipinas e Singapura.

[ Instrumentos musicais da Ásia ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook