Artigos

Cântaro, ou cântaro de abano

Cântaro (cántaro em Espanhol) é um vaso de barro que, além de transportar água e conservar líquidos ou alimentos, é usado como instrumento de percussão direta com a mão ou com uma alpergata na boca do cântaro. Acompanha fandangos em Puebla, México, no Ribatejo, Portugal, e outras regiões.

Feito de barro ou de lata, é frequentemente utilizado como instrumento musical de acompanhamento rítmico, produzindo um som grave quando é batido na boca com um abano (ultimamente, nos ranchos de representação folclórica, usa-se uma pega de madeira, com esponja forrada de pele). Também se lhe chama bilha, quarta ou almude, conforme as regiões. Em Boliqueime, Algarve, havia, em 1898, um conjunto musical pomposamente denominado “Música do Malhão”, composto pelos melhores tocadores de harmónio, ferrinhos e, substituindo o bombo, “cântaro dos de Loulé que produzia som adequado por meio de um capacho de abanar batido na boca. Cf. Instrumentos Musicais Populares Portugueses, de Ernesto Veiga de Oliveira.

Nos estados de Guerrero ou Oaxaca, México, o cántaro acompanha diversas danças, incluindo danças indígenas.