Artigos

Ilha de São Miguel, Açores

Vai de roda, vai de roda!
Vai de roda com primori!
Daqui desta região,
De quem há-de ser meu amori.

Hei-de cantar e bailar
Enquanto vida tiveri;
E depois, quando eu morrer,
Que cante e baile quem quiseri.

Os olhos do meu amor
São grãos de trigo na eira,
Semeados ao domingo
E nados à segunda-feira.

Vai de roda, vai de roda!
Vai de roda com primori!
Daqui desta região,
De quem há-de ser meu amori.

Hei-de cantar e bailar
Enquanto vida tiveri;
E depois, quando eu morrer,
Que cante e baile quem quiseri.

Os olhos do meu amor
São grãos de trigo na eira,
Semeados ao domingo
E nados à segunda-feira.

Vai de Roda (Canção dançada ou ‘moda’ de baile)
Letra e música: Tradicional (Ilha de S. Miguel, Açores)
Informantes: Georgina Fernandes Medeiros (canto) e Liduína Rosa de Braga (percussão)
Recolha: Artur Santos (campanha de 1960) (in 7LP “O Folclore Musical nas Ilhas dos Açores: Antologia Sonora da Ilha de S. Miguel”, Instituto Cultural de Ponta Delgada, 1965, reed. 4CD “O Folclore Musical nas Ilhas dos Açores: Antologia Sonora da Ilha de S. Miguel”: CD 2, faixa 5, Açor/Emiliano Toste, 2001)
Intérprete: Macadame (in Livro/CD “Firmamento”, Macadame, 2016)

Ilha de São Miguel, Açores
Ilha de São Miguel, Açores
Ilha do Faial (Açores)

São Gonçalo já é velho,
De velho caiu-lhe os dentes;
Culpa tiveram as moças
Que lhe deram papas quentes.

São Gonçalo me chamou
Da janela da cozinha:
Que fosse jantar com ele
Uma perna de galinha.

São Gonçalo já é velho,
De velho caiu-lhe os dentes;
Culpa tiveram as moças
Que lhe deram papas quentes.

São Gonçalo me chamou
Da janela da cozinha:
Que fosse jantar com ele
Uma perna de galinha.

Nota: «A canção de São Gonçalo veio do norte do continente português. Cantou-se por quase todas as ilhas, mas caiu em desuso. Todavia há a registar algumas melodias em diversas ilhas, todas elas diferentes mas que conservam do original, trazido pelos povoadores, a designação e a letra.

Para este “São Gonçalo” inspiramo-nos na versão da Calheta do Nesquim, utilizando ambas as letras desta e da versão do Salão, a partir das “Cantigas do Povo dos Açores”, de Francisco José Dias. Visíveis são as influências dos ritmos tradicionais do norte de Portugal: a típica Chula e o ritmo de Santa Marinha.» (Helena Oliveira)

Letra e música: Tradicional (Ilha do Faial)
Intérprete: Helena Oliveira* (in CD “EssênciasAcores”, Helena Oliveira/HM Música, 2010)

Joaquim Manuel Teles (Quiné) – arranjo, percussão e voz
Filipe Raposo – piano
Jon Luz – cavaquinho português e cavaquinho cabo-verdiano
José Manuel David – cromorne e flautas transversais
Amadeu Magalhães – ponteira
Mike Ross – contrabaixo
*Helena Oliveira – voz

Ilha do Faial (Açores)
Ilha do Faial (Açores)