Artigos

Teclado

ADIVINHA O INSTRUMENTO

[ ? Ele tem muitos martelos,
mas não é um carpinteiro.

[ António José Ferreira ]

piano ]

[ ? A maraca tem e o batuque também.

[ António José Ferreira ]

A letra “a”  ]

[ ? Rataplã,
toca a marchar.
Bate,
bate até cansar.

A caixa de rufo ]

[ ? Tem nome de caixa,
mas não parece caixa.
Não serve para guardar,
mas serve p’ra tocar.
[ António José Ferreira ]
Caixa de rufo ]

[ ? Diga lá, minha senhora,
diga lá, ó meu senhor:
o que é nome de instrumento
também é nome de flor.

[ António José Ferreira ]

Cravo ]

[ ? Qual a flor mais parecida com o piano?

cravo ]

[ ? Dedilha-se continuamente
de forma bem prazenteira.
Sua voz é bem timbrada
e seu corpo é de madeira.
guitarra ]

[ ? Qual o instrumento que se parece mais com um piano?

[ António José Ferreira ]

Outro piano ]

[ ? Por uma escada comprida
de degraus pretos e brancos,
sobem e descem seus dez filhos
com sonoros batimentos.

pianista ]

[ ? O que se põe duas vezes em violinos,
mas nenhuma vez em cordas?

[ António José Ferreira ]

pinta ]

[ ? Parecem dois irmãos gémeos,
mas sem pernas, tronco ou testa.
Quando tocam um no outro
faz-se logo uma festa.

[ António José Ferreira ]

Os pratos de choque ]

[ ? O que diz a buzina à mão?

Se me apertas, eu grito! ]

[ ? Saltaste tu, saltei eu
sobre o couro e não se rompeu.

O tambor ]

[ ? Como se chama a curva que há em violões,
mas não em violinos?

[ António José Ferreira ]

til ]

[ ? Tem forma triangular
e uma linha a dar, a dar.

[ António José Ferreira ]

O triângulo ]

[ ? Quais são as flores mais musicais?

[ António José Ferreira ]

Violeta e cravo ]

[ ? Tenho quatro finas cordas
e um arco em ação.
A alma que tenho dentro
vibra com muita paixão.

[ António José Ferreira ]

violino ]

SUGESTÕES PEDAGÓGICAS

Com a ajuda do professor, as crianças podem criar novas adivinhas relacionadas com instrumentos musicais, notas, teoria musical, compositores e cantores. Pode-se fazer um concurso de “Adivinhação”, em que ganha quem mais adivinhar.

Teclado

Teclado

Sino

ADIVINHA O OBJETO

Os enigmas e adivinhas remontam há milhares de anos, como é testemunhado por Sansão, na cultura hebraica e o Rei Édipo na Grécia Antiga. Forma literária curta, muitas vezes em forma de pergunta, a adivinha exige capacidade de abstração, e reveste-se de muito interesse na educação e expressão musical no 1º Ciclo. Pelo seu caráter lúdico, de competição e de vitória, torna-se uma estratégia agradável e aliciante para desenvolver o raciocínio lógico e as capacidades mentais das crianças. Exige atenção, obriga a dar importância a todos os pormenores do texto, valoriza a oralidade e facilita a entrada no mundo da escrita e da leitura. As adivinhas tornam-se especialmente eficazes quando facilitam a memorização pela rima, a métrica, o jogo de opostos. Pelo seu caráter, as adivinhas podem prestar-se a ilustrações adaptando-se a diferentes idades, desde o jardim de infância à idade adulta.

Boa parte das adivinhas aqui apresentadas é original, mas nasce da atenção ao mundo que nos rodeia e ao estilo das adivinhas e dos enigmas.

As “Adivinhas Musicais” são mais um pequeno contributo da Meloteca para articular a Música com a Língua Portuguesa e o Estudo do Meio no âmbito do Ensino Básico e do próprio jardim de infância.

? O sino tem e a guitarra também.

[ António José Ferreira ]

Corda ]

? Fala e não tem garganta,
canta e não tem voz;
se queres que cante, canta,
mas se não queres, não canta.

aparelho de rádio ]

? Com fumo e ruído,
ele corta a aragem
e faz mais barulho
a meio da viagem.

foguete ]

? O que diz a buzina à mão?

Se me apertas, eu grito! ]

? No alto ele está
porque no alto mora.
Quando lhe batem,
logo ele chora.

O sino ]

? Tem corda, mas não é de corda
o badalado instrumento.

sino ]

? Uma velhinha com um dente
que chama toda a gente.

sino ]

A branca ao lado da preta,
a preta ao lado da branca;
a branca ao lado da branca,
a branca acima da preta,
a preta acima da branca.
Todas as brancas e pretas
oitenta e oito serão.

[ António José Ferreira ]

As teclas ]

Sino

Sino

Galo

ADIVINHA O ANIMAL

? É o rei da capoeira,
tem uma capa dourada.
Sua coroa é vermelha
e canta de madrugada.

[ António José Ferreira ]

Galo ]

? À meia-noite se levanta o francês,
sabe das horas e não sabe do mês;
tem esporas e não é cavaleiro,
tem serra e não é carpinteiro;
tem picão e não é pedreiro,
cava no chão e não acha dinheiro.

Galo ]

? Qual a semelhança entre um macaco e um piano de concerto?

Ambos têm cauda. ]

[ António José Ferreira ]
? Tem um fato colorido
e um canto extraordinário.
Ouvi-lo faz bem à gente:
o seu nome é …

Canário ]

? Diz qual é a profissão
de quem toca carrilhão.

Carrilhanista ]

[ António José Ferreira ]

? No alto vive, no alto voa,
no alto toca a castanhola.

Cegonha ]

? Quem é, quem é que canta
sem ser com a garganta?

Cigarra / O grilo ]

? Que é que no masculino se queima
e no feminino canta?

Cigarro e cigarra ]

? Seja de noite ou de dia
um pequeno bailarino
oferece serenatas
sem guitarra ou violino.

Grilo ]

? Verde como o mato
e mato não é;
fala como a gente
e gente não é.

Papagaio ]

? Tem cauda mas não a mexe.
É romântico mas não fala.

Piano ]

? Canto nas margens vivo na água
mas não sou peixe nem sou cigarra.

Rã ]

? É como um pau
que silva sem ser flauta,
e todo aquele que a vê
logo se sobressalta.

Serpente ]

? Porque é que os galos cantam de olhos fechados?

Sabem a música de cor. ]

? Diz qual é a profissão
de quem toca acordeão.

[ António José Ferreira ]

Acordeonista ]

SUGESTÕES PEDAGÓGICAS

O jogo com adivinhas existentes e a criação de novas adivinhas e enigmas desenvolvem a inteligência e a criatividade. É possível e vantajoso criar adivinhas para testar e promover a aprendizagem de conteúdos do próprio currículo do 1º Ciclo. Podem-se fazer-se em Atividades de Enriquecimento Curricular ou mesmo jogar em família.

Galo

Galo

Coração

ADIVINHAS

? É p’ra mim tão importante
que sem ele eu não vivo.
Está sempre a pulsar
quer eu durma ou esteja ativo.

[ António José Ferreira ]

O coração ]

? Com ela cantas, com ela ris;
com ela dizes que és feliz.

[ António José Ferreira ]

A boca ]

? Tenho cabeça de ovo
e ando de perna para o ar.
Tenho um tronco muito fino
e uma cauda para acabar.

[ António José Ferreira ]

A colcheia ]

? Com o corpo, segue o ritmo,
com os pés marca o compasso.
Sejas pobre ou sejas rico,
comigo te alegrarás.

dança ]

? O que é que responde sem ter boca?

eco ]

? Quais as notas que não circulam no comércio?

As notas musicais ]

? Quando o maestro dirige uma orquestra
o que tem na mão esquerda?

[ António José Ferreira ]

Cinco dedos ]

? Nos homens e nas senhoras,
nos rapazes e meninas
fazem sons graves e agudos
duas cordas pequeninas.

[ António José Ferreira ]

As cordas vocais ]

? Com que termina sempre o concerto?

Com a letra “o”. ]

? Ela caminha sem pés e voa mesmo sem asas,
mas só entra pelos ouvidos.

voz ]

? Sem vento não consegues escutá-lo,
a menos que haja alguém a abaná-lo.

espanta-espíritos ]

? Qual é a música
que se compõe com duas notas?

Fado ]

? Qual o mês em que os homens cantam menos?

Fevereiro ]

? O piano tem e o carpinteiro usa.

[ António José Ferreira ]

Martelos ]

? Onde é que o pianista tem sempre as mãos?

[ António José Ferreira ]

Nos membros superiores ]

? Somos sete e, com arte,
boa música criamos;
os nossos nomes dependem
do lugar que ocupamos.

Somos sete e todas nós
boa harmonia formamos;
a nossa altura depende
do lugar que ocupamos.

Notas musicais ]

? Que fazem cinco linhas paralelas à mesma distância?

Uma pauta ]

[ António José Ferreira ]

? Não tenho piano, nem toco piano,
mas canto piano.
Como é que eu canto?

[ António José Ferreira ]

Suavemente ]

? Não se vê
mas é um bom amigo
esse instrumento
que está sempre contigo.

Voz ]

? A branca ao lado da preta,
a preta ao lado da branca;
a branca ao lado da branca,
a branca acima da preta,
a preta acima da branca.
Todas as brancas e pretas
oitenta e oito serão.

[ António José Ferreira ]

Teclas do piano ]
(geralmente)

Coração

Coração

Não queiras memorizar as adivinhas todas de uma vez. Memoriza uma e pergunta a alguém da tua família. Podes lê-las todas em forma jogo com o irmão, a irmã, os pais ou avós. Noutra altura, vão inverter-se os papeis e serás tu a dizer a solução. Além de serem bonitas, várias imagens são muito divertidas, dos Comedy Wildlife Photography Awards (Prémios de Fotografia da Vida Selvagem “Comédia”).

Urso polar:

Pelo branco abundante
tem esse animal polar.
Tenho um que é de peluche
e que posso abraçar.

Urso polar, Barry Chapman, Comedy Wildlife Photography Awards 2019

Coruja:

Quem não a conhece bem
até julga que é vadia
só porque ela sai à noite
e em casa está de dia.

Coruja buraqueira, créditos Robert Palmer, Comedy Wildlife Photography Awards 2019

Hipopótamo:

Se lhe perguntares o nome
ele gagueja um pouquinho.
É cavalo, mas do rio,
corre mais devagarinho.

Bicharada
Hipopótamo

Ouriço-cacheiro:

Tem espinhos entre os pelos
para sua proteção
quando se vê atacado
p’lo texugo ou pelo cão.

Ouriço-cacheiro

Fica igual a uma bola
quando é ameaçado.
Não tentes brincar com ele
com seu pelo eriçado.

Lobo:

Sou da espécie “Canis lupus”,
tomo leite ao nascer.
Peixe e sopa não me agrada,
carne gosto de comer.

Loba com filhotes

Javali:

Tanto come uma bolota
como come um ratinho
e encontra alimentos
remexendo c’o focinho.

Javali

Melro

Tem as penas muito pretas
e o bico amarelo.
Come frutos e minhocas
e o seu canto é muito belo.

Melro preto
Melro preto

Coelho:

Quem se move entre as ervas
comendo com atenção
para não ser apanhado
pelas garras de um falcão?

Coelho, créditos Olivier Colle, Comedy Wildlife Photography Awards

Caranguejo:

Na areia da praia marcho,
na água do mar eu nado.
Adivinha quem eu sou,
sabendo que ando de lado?

Caranguejo

Estrela do mar:

Cinco braços encarnados,
simetria radial,
no mar vive e se move
este ser original.

Estrela do mar

Serpente:

É cilíndrica, alongada,
move-se rapidamente.
Lança a língua venenosa
e assusta toda a gente.

Serpente em estado de alerta

Tartaruga:

Move-se com muita calma
com a forte carapaça.
Ela encolhe a cabeça
e então ninguém a caça.

Tartaruga de estimação

Dromedário:

Pode andar pelo deserto,
passar dias sem beber.
Tem na bossa a gordura
com que há-de sobreviver.

Dromedário

Minhoca:

É um animal pequeno,
seus segmentos são anéis.
Não tem penas nem escamas.
Dizei qual, se o sabeis.

Minhoca

Caracol:

O seu corpo tem cabeça
e uma massa visceral.
Pelo seu pé leva a casa
o pequeno animal.

Caracol

Com o meu pé musculoso
eu procuro alimento.
E que importa que me digam
que o meu andar é lento?

Falcão:

Poisada num alto ramo,
uma ave está sozinha
observando bem o solo
p’ra caçar uma doninha.

Falcão castanho

Bicho-da-conta:

Aprendeu a fazer conta
sem ter ido para a escola.
Quando se quer defender
ele torna-se uma bola.

Bicho da conta

Centopeia:

Ela não é um gigante
mesmo tendo cem pezinhos.
Imagina o que demora
a calçar os sapatinhos.

Centopeia

Toupeira:

É uma uma grande cavadora
sem ter pá, sem ter enxada
e vai trabalhar nas hortas
mesmo sem ser convidada.

Toupeira

Enigmas originais de António José Ferreira, para brincadeiras entre pais e filhos e aplicação de conhecimentos de Estudo do Meio no 1º Ciclo e Ciências Naturais no 5º Ano.

Clique AQUI para adquirir recursos Meloteca.

Cuco em ninho alheio

Adivinhas de música e canções para jogar em casa ou na escola, entre pais e filhos ou crianças interpares.

Clique AQUI para adquirir recursos Meloteca.

1. Foi escrito há muito tempo
e é muito importante.
Haverá um português
que o ignore e não o cante?

António José Ferreira ]

Solução ]

2. Esta vila alentejana
representa a liberdade.
Sabes dizer qual é esta
terra da fraternidade?

António José Ferreira

Solução ]

3. É dos hinos mais famosos
numa grande sinfonia.
De certeza já o ouviste
ou cantaste algum dia.

António José Ferreira

Solução ]

4. É alegre, divertido
e um famoso cantador.
Usa casaca de rabo
e um barretinho de cor.

Tradicional

Solução ]

5. Voa uma, voa a outra,
e a terceira também voa.
Já vi muitas em Coimbra
e outras tantas em Lisboa.

António José Ferreira

Solução ]

6. Esta ave parasita
eu ouvi-a na floresta
quando a amiga Primavera
trouxe flores para a festa.

António José Ferreira

Solução ]

7. É uma erva aromática
que existe no jardim.
Dá um chá para a digestão,
bom p’ra ti, bom para mim.

Solução ]

8. Há ainda quem atire,
se atiras fazes mal.
Não atires, não maltrates,
dá ração ao animal.

António José Ferreira

Solução ]