Racordai

Racordai, Cabo Verde

Racordai é uma soalheira (idiofone de agitamento dotado de soalhas) existente em Cabo Verde, onde também tem os nomes de pandêr ou pandiêr). Consiste numa prancha de madeira, com uma parte mais estreita que constitui a pega, e uma parte mais larga onde existem uns pregos que servem de suporte para tampas metálicas de garrafas, que funcionam como soalhas. É frequentemente usado no dia de São Silvestre (31 de dezembro) por crianças que vão tocando de porta em porta desejando as boas festas. Pelo fato de ser de construção simples e com materiais reciclados, é frequentemente elaborado pelas próprias crianças. Em Portugal, existem tipos de soalheira a que se dá o nome de chincalho.

No Centro Cultural do Mindelo, em 2020, decorreu uma residência criativa entre designers e artesãos, no âmbito da URDI – Feira Nacional de Artesanato e Design de Cabo Verde, que culminou na exposição enquadrado no Salão Created in CV, patente no Centro Cultural do Mindelo. Sobe o pensamento de «contemporanidad n tradison», o paleio Racordai, a 5 de fevereiro de 2020, pretendeu ser uma roda de conversa sobre o design da conceção do Racordai (instrumento de percussão), com o objetivo de desconstruir pensamentos do que já existe, refletir e sugerir novas abordagens sobre o instrumento e seu processo criativo durante a residência.

Bibliografia:

Os Instrumentos Musicais em Cabo Verde, Margarida Brito. Praia – Mindelo: Centro Cultural Português, 1998.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook