Alentejo

Meu Alentejo Querido

[Cantiga primeira:]

Quando eu oiço os cascavéis
Lembra-me a minha parelha,
Quando eu era ganhão
(Meu lindo Alentejo)
Lavrando terra vermelha.

[Moda:]

Meu Alentejo querido,
Cheio de sol e calor:
És meu torrão preferido!
(Meu lindo Alentejo)
És p’ra mim encantador!

És p’ra mim encantador
Embora vivas esquecido;
Cheio de sol e calor,
(Meu lindo Alentejo)
Meu Alentejo querido!

[Cantiga segunda:]

Quando me ponho a pensar
Fico de alma amargurada:
Fico triste quando vejo
(Meu lindo Alentejo)
Tanta terra abandonada.

[Moda:]

Meu Alentejo querido,
Cheio de sol e calor:
És meu torrão preferido!
(Meu lindo Alentejo)
És p’ra mim encantador!

És p’ra mim encantador
Embora vivas esquecido;
Cheio de sol e calor,
(Meu lindo Alentejo)
Meu Alentejo querido!

Letra e música: Popular (Alentejo)
Intérprete: Grupo Coral “Os Ganhões de Castro Verde”* (in CD “O Círculo Que Leva a Lua”, Associação de Cante Alentejano “Os Ganhões”, 2003; Livro/2CD “Terra: Antologia 1972-2006”: CD 2, Associação de Cante Alentejano “Os Ganhões”, 2006)

*Ponto – Pedro Mestre
Alto – Manuel Pontes
Grupo Coral “Os Ganhões de Castro Verde”: António Diogo, António Infante, António Mira, Álvaro Custódio, Dinis Belchior, Filipe Pratas, Florival Prazeres, Francisco Damas, Francisco Matos, Francisco Mestre, João Ribeiros, Joaquim Canário, Joaquim Farias, José da Conceição, José Jerónimo, Jorge Guerreiro, José Leitão, José Mestre, Manuel Custódio, Manuel Pancadas, Manuel Pontes, Pedro Mestre, Vítor Pratas

Alentejo
0 comentários

Deixe um comentário

Quer participar?
Deixe a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *