Zita Silva harpa

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Zita Silva

Harpa de pedal

A harpista Zita Silva estreou-se a solo na Casa da Música, e desde então tem-se apresentado em concertos em todas as salas mais prestigiantes do país e em directo para a Rádio Antena 2. Realizou recitais em salas internacionais tais como Wigmore Hall e David Josefowitz Recital Hall, e participou em festivais como Harp on Wight Festival, Sherborne Abbey Festival e Proms at St. Jude’s Music Festival.

Foi premiada com o Guy MaGrath Harp Prize, o Prémio Casa da Música e o Prémio Yamaha. Internacionalmente, é laureada do I Concurso Internacional de Harpa do Porto, do Concurso de Harpa Camac em Londres e do Concurso Internacional de Harpa de Szeged (Hungria). Foi também vencedora do Prémio Jovens Músicos, na categoria de Música de Câmara, em Portugal. Mais recentemente, foi finalista do Patrons Awards e recebeu o Prémio Renata Scheffel-Stein, pela nota mais alta de recital, e um Diploma pela Royal Academy of Music em 2017.

Zita Silva tem um grande interesse em música de câmara e trabalha frequentemente com vários grupos, entre os quais um duo com o tenor Kieran White, um duo de harpa com Glain Dafydd e o Portucale Trio.

Tem sido convidada a integrar várias orquestras internacionais: Orquestra Nacional Real Escocesa, Festival Internacional de Edimburgo, Orquestra Gulbenkian, Royal Orchestral Society, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Ópera de Bloomsbury, Bury Court Opera, Orchestra of the City e Academy Symphony Orchestra. Teve oportunidade de trabalhar com maestros de renome como Semyon Bychkov, Sir Mark Elder, Sir Andrew Davies, Yan Pascal Tortelier, Pedro Neves, Joana Carneiro, Christopher Warren-Green, Manuel López-Gómez e Eugene Corporon. Fez também digressões em Portugal com a Orquestra Estágio Gulbenkian, sob a direcção de Joana Carneiro, e a Orquestra XXI, sob direcção de Dinis Sousa.

Zita Silva licenciou-se em Música em 2015, com Primeira Classe e Honras, e completou o Mestrado em Artes com Distinção, em 2017, na Royal Academy of Music de Londres, sob a orientação de Karen Vaughan e Emerita Skaila Kanga, e com o apoio de bolsas de estudo Fundação Calouste Gulbenkian, Santander Universities UK e Golden Charitable Trust.

2018

Partilhe
Share on Facebook
Facebook