Tiago Coimbra oboísta

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Tiago Coimbra

Oboé

Tiago Patrocínio Coimbra é solista na Göttinger Symphonie Orchester, na Alemanha. Colabora regularmente como primeiro oboé com a NDR Radiophilharmonie Hannover, MDR Sinfonieorchester Leipzig, Staatsorchester Braunschweig, Staatsoper Hannover e Staatsorchester Kassel.

Foi membro da Gustav Mahler Jugendorchester e membro fundador da Orquestra XXI. Integrou ainda a Opernhaus Zürich, Luzerner Sinfonieorchester, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Nacional do Porto e o Remix Ensemble. Atuou nas principais cidades europeias, bem como na Rússia, China e no Japão.

Foi premiado em vários concursos internacionais e apresentou-se a solo com a Basel Kammerorchester e Argovia Philharmonic (Suíça), Göttinger Symphonie Orchester (Alemanha) e Philharmonic of Yakutia (Rússia).

A música de câmara assume um papel importante na sua carreira, trabalhando regularmente com a harpista Carolina Coimbra, o CODA Quintet, o Trio Fermata e com solistas da GSO.

O gosto pela música contemporânea levou‐o a trabalhar com alguns dos mais importantes compositores do seu tempo, como Hans Ulrich Lehmann, Helmut Lachenmann, Heinz Holliger, James MacMillan, Sérgio Azevedo, Luís Carvalho e David Philip Hefti, de quem estreou algumas obras para oboé.

Tem a sua obra “Absurdo, sobre um texto de Fernando Pessoa” para corne inglês solo editada na editora AVA Musical Editions.

Tiago Coimbra concluiu em 2016 com distinção o diploma de solista com Emanuel Abbühl na Hochschule für Musik Basel, após ter terminado em 2013 o mestrado com a classificação máxima na Zürcher Hochschule der Künste, na classe de oboé de Thomas Indermühle.

Estudou também com Maurice Bourgue na Academie Musicale de Villecroze e em aulas particulares. Iniciou os estudos de oboé com Saul Silva e Ana Madalena Silva no Conservatório de Vila Nova de Gaia, cidade de onde é natural.

Atualmente é aluno de doutoramento da Universidade de Aveiro.

Ao longo da sua carreira, Tiago Coimbra foi bolseiro das prestigiadas fundações suíças LYRA Stiftung, Fritz-Gerber Stiftung e Bruno-Schuler Stiftung, entre outras.

[ Bio facultada por Tiago Coimbra e publicada na Meloteca no dia 18 de junho de 2019 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook