Tiago Carvalho, trombone

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Tiago Carvalho

Trombone

Tiago André Simões Carvalho nasceu a 23 de Abril de 1992 em Coimbra, Sé Nova. Residente em Miranda Do Corvo, começou os estudos musicais aos sete anos na escola de Música da Filarmónica Mirandense. Aos dez anos começou a aprender Trombone Tenor com Luís Rodrigues. Em 2004 tornou-se membro da Filarmónica Mirandense. Em 2006 ingressou no Conservatório de Música de Coimbra na classe de Álvaro Pinto, onde conclui o 2º Grau em Trombone Baixo. No mesmo ano partiu numa Digressão Orquestra de Sopros de Coimbra ao Japão.

Ao nível da sua formação académica intermédia, ingressou na Escola Profissional de Música de Espinho no Curso Clássico de Instrumentista de Sopro na Classe dos Professores Alexandre Vilela e Daniel Dias. Obteve a classificação de 19 valores no recital de final de curso. Em 2012 conclui Curso Profissional de Instrumentista de Sopros e Percussão na Escola Profissional de Música de Espinho e obtém a certificação profissional em Instrumentista de Sopro.

Na sua progressão académica superior, ingressou na Universidade de Aveiro entre 2013 e 2014 na classe do Professor Jarret Butler (Trombone Solista A da Orquestra Sinfónica Portuguesa); entre 2014 a 2016, Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto (ESMAE) na classe dos professores Nuno Martins, David Silva e Severo Martinez.

Frequenta o 3º ano da Licenciatura em Performance na Escola Superior de Música de Lisboa na classe do professor Hugo Assunção.

Em concurso obteve prémios e distinções, onde em 2012 foi laureado com o 1º Prémio na Categoria Sénior do Concurso Internacional de Instrumentos de Sopro “Terras de La Salete”.

Frequentou classes magistrais com os professores Stefan Schulz (Solista Filarmónica de Berlim), Ian Bousfield (ex. Solista da Orquestra Filarmónica de Viena), Andreas Klein, Jamie Williams, Kevin Hakes, Thomas Horch, Demondrae Thurman (eufónio), Mike Forbes (tuba), Javier Colomer, Filipe Alves, David Kutz (Tuba), Severo Martinez, Reinaldo Guerreiro, Vítor Faria, Manuel Vieira, Julian Baker (Trompa), Wayne Jeffrey (Trompa).
Participou em estágios orquestrais/cursos de aperfeiçoamento artístico, nomeadamente BISYOC Symphony Orchestra – Bedstone International Summer Youth Orchestra Camp (Ludlow, UK), Orquestra Nacional de Sopros dos Templários, Orquestra Metropolitana de Lisboa Junior, Orquestra Ibero-Americana, Orquestra Tutti de Coimbra, Orquestra Filarmonia de Vermoim, Academia de Metais da Orquestra Sinfónica do Porto/Casa da Música, Estágio de Orquestra de Câmara da Maia, Orquestra Estágio de Góis, cursos de aperfeiçoamento artístico do Inatel, Grávíssimo – Festival de Metais graves, Estágio internacional de Orquestra Sinfónica de Leiria, Orquestra Sinfónica do Orfeão de Leiria, entre outros.

A nível profissional na área da música erudita/clássica colabora/ou com a West Europe Symphony Orchestra, orquestra de bandas sonoras cinematográficas/Hollywood e de videojogos com local de gravação no Atlântico Blue Studios; Banda Sinfónica Portuguesa onde trabalhou com alguns maestros e solistas de renome internacional e gravou em 2014 o CD “OASIS”; Orquestra Filarmonia das Beiras; Orquestra Clássica de Espinho; Orquestra Sinfónica do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro; Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Música de Lisboa; Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto; Orquestra de Sopros de Coimbra.

Trabalhou sob a orientação de Maestros como Julian Gibbons, Wayne Jefferey, Odd Terje Lysebo, Pedro Neves, Jean Sébastien Bérreau, José Rafael Pascual Vilaplana, Sérgio Alapont, Martin Lutz, Ernst Schelle, César Viana, Rui Pinheiro, Alberto Roque, Luis Carvalho, Rui Carreira, André Granjo, Luís Casalinho, Carlos Amarelinho, João Paulo Fernandes, Paulo Martins, Vasco Faria, Avelino Ramos, António Saiote, Francisco Ferreira, Rúben Henriques, Vasco Azevedo, entre outros.

Acompanhou solistas como António Rosado, Sérgio Carolino, Nimrod Ron, Demondrae Thrumann, Jim Self, Philippe Archille, Antonio Felipe Belijar, Janice Watson, entre outros.

A nível profissional na área do Jazz colaborou com a Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal sob direção de Luis Cunha; Orquestra de Jazz da Escola Profissional de Música de Espinho sob direção de Paulo Perfeito, Daniel Dias e Jeffery Davis, Orquestra de Jazz da ESMAE orientada por Pedro Guedes, Orquestra de Jazz da ESML orientada por Lars Arens e Pedro Moreira.
É membro efetivo da Orquestra de Jazz de Coimbra, Coimbra Jazz Ensemble desde Abril de 2014.

Acompanhou Solistas como Adam Rappa, Elizabeth Vik, Giovanni Malini, Rafael Rocha, Gileno Santana, Daniel Bernardes, Jeffery Davis, Kiko Pereira, Jacinta, entre outros.

Noutros projetos, colaborou como membro integrante com a Orquestra de Sopros de Coimbra onde em 2008 partiu em digressão para o Japão; do projeto Dogma Brass Band; Massive Brass Attack!; Mr SC and Wild Bones Gang, onde gravou em 2012 um CD com Sérgio Carolino (tuba), Steve Rossé (tubista da ópera de Syndey), Daniel Bernardes (piano) e com alguns dos melhores Trombonistas do País; Decateto Português de Metais, Portuguese Brass 2013 – 2014; ESML Brass Crew sob direção de Hugo Assunção; Associação Recreativa e Musical Amigos da Branca (ARMAB) de 2009 a 2012 onde contribuiu para o 3º prémio na Sección primera do Certamen Internacional de Bandas de Musica – Ciudad de Valencia e 1º prémio no 4.º Concurso de Bandas – Ateneu Artístico Vilafranquense; Banda Musical de Pevidém onde contribuiu para o 1º prémio no XVI Certamen Internacional de Bandas “Villa de Aranda” na primeira categoria; Academia contemporânea de Espetáculo do Porto numa peça intitulada de Opostos Bem-Dispostos com encenação de Joana Providência e com estreia na Casa da Música do Porto e no Teatro Maria Matos em Lisboa.

Participou no concerto comemorativo dos 30 anos de carreira da Cantora Rita Guerra com a Banda de Música da Força Aérea Portuguesa e Convidados, Paulo de Carvalho, André Sardet e Héber Marques (HMB).

Ao nível do ensino, lecionou no agrupamento de escolas Carolina Michaelis no Porto, Escola de Música do grupo recreativo Mirandense em Miranda do Corvo, Escola de Música de Serpins/Lousã.

Orientou classes de aperfeiçoamento de Trombone organizada pelo decateto Português de Metais Portuguese Brass em parceria com o Conservatório de Música de Vila Real.

É ainda membro da comissão consultiva da Casa das Artes de Miranda do Corvo.

Ocupa o lugar de Trombone Baixo na Banda da Força Aérea Portuguesa desde 2015.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook