soprano Sara Braga Simões

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Sara Braga Simões

Soprano

Sara Braga Simões venceu vários prémios nacionais e internacionais. É convidada regular das temporadas do Teatro Nacional de São Carlos e nos principais teatros, salas de concerto e festivais de música portugueses. Tem-se apresentado, também, em Espanha, França, Inglaterra, Eslovénia, Andorra e Moçambique.

A Opera now descreve-a como uma cantora com uma extensão excepcional e a Opera Magazine destaca a intensidade da sua interpretação.

Em ópera, interpretou dezenas de papéis principais dos quais se destacam Pamina (A Flauta Mágica), Gretel (Hänsel und Gretel, Humperdinck), Susanna (Le Nozze di Fígaro), Rita (Donizetti), The Governess (The Turn of the Screw, Britten), Mabel (The Pirates of Penzance de Sullivan), Zerlina (Don Giovanni), Despina (Così fan Tutte), entre muitos outros dirigida por encenadores reconhecidos dos quais se destacam Ricardo Pais, Luís Miguel Cintra e João Botelho.

O seu repertório concertístico abarca obras de compositores como Händel, Vivaldi, Ravel, Berio, George Crumb, George Benjamin, incluindo as obras Messiah de Händel (com a orquestra Metropolitana), Ein Deutsches Requiem de Brahms e Gloria de Poulenc (ambos para o Teatro Nacional de São Carlos) e Des Knaben Wunderhorn de Mahler (para a Casa da Música), entre outras.

Apresentou-se com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Sinfónica do Porto Casa da Música, London Sinfonietta, Orquestra Metropolitana, Remix Ensemble, Músicos do Tejo, Ensemble Darcos, Orquestra do Norte, Orquestra de Câmara Portuguesa, Orquestra Clássica do Sul, Orquestra de Câmara da Universidade de Vigo, Orquestra Filarmonia das Beiras e Orquestra Barroca de Mateus, entre outros agrupamentos.

Foi dirigida por maestros como: Laurence Cummings, Lawrence Renes, Martin André, Stefan Asbury, Peter Rundell, Johannes Willig, Marcos Magalhães, Pedro Neves, Ferreira Lobo, Cesário Costa, João Paulo Santos, António Saiote, Marc Tardue, Brad Cohen, Pierre-Andre Valade, Osvaldo Ferreira, entre outros.

Os seus concertos são frequentemente gravados pela RTP e RDP. Gravou, com o pianista Luís Pipa, a integral da obra para Canto e Piano de Eurico Thomaz de Lima.

Ao longo do seu percurso académico, Sara Braga Simões teve como mestres Manuela Bigail, Rui Taveira e Peter Harrison. Continuou os seus estudos em Londres com Susan McCulloch. Actualmente, recebe orientação regular de Elisabete Matos.

Licenciada em Canto e em Comunicação Social está actualmente a investigar, no âmbito do seu doutoramento, a obra dramática de António Leal Moreira – um dos mais representativos compositores do século XVIII em Portugal.

[ Bio facultada por Sara Braga Simões e inserida a 24 de janeiro de 2019 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook