Sara Belo

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Sara Belo

Soprano

Sara Belo nasceu em Lisboa, em 1975. Frequentou o Curso de Canto da Escola de Música do Conservatório Nacional, onde concluiu o 3º ano da disciplina de Canto sob orientação de José Carlos Xavier, o 5º ano de Formação Musical e outras disciplinas curriculares como Classe de Conjunto, Acústica, História da Música e Italiano.

Frequenta o Mestrado em Estudos de Teatro na Faculdade de Letras de Lisboa. Tem a Licenciatura do Curso de Actores/Encenadores da ESTC onde trabalhou com professores, tais como: João Mota, Maria João Serrão, Anna Paula, Natália de Matos, Eugénia Vasques, Luca Aprea, Rui Mendes, Fernanda Lapa, Carlos Pessoa, Kot Kotecki, José Peixoto.

Como cantora e actriz integrou o elenco do musical “Os Sonhos de Einstein” com encenação de Cáudio Hochman no Teatro da Trindade onde interpretou a personagem Josette em 2005/06. Fez parte do elenco da peça “Ensaio sobre a Cegueira”, baseado na obra de Saramago com o Teatro O Bando, encenação de João Brites, no Teatro Nacional de S. João e gravou, como cantora lírica, a obra Requiem pela Humanidade de Jorge Salgueiro.

Cantou, como reforço, no coro do Teatro Nacional de S. Carlos de Dezembro de 2003 a Março de 2004, obras de Puccini e Ravel, entre outras. Como cantora e actriz integrou o elenco da peça “As Troianas” de Jean Paul Sartre sob a direcção de João Mota no Teatro Nacional D. Maria II (música de Eduardo Paes Mamede). Como cantora e actriz participou em “A Peregrinação”, espectáculo de rua no espaço exterior da Expo98 sob a direcção do Teatro O Bando (música de Carlos Marecos).

Como cantora e actriz, integrou o elenco da peça Peer Gynt de Ibsen produzida pelo Novo Grupo do Teatro Aberto, sob a encenação de João Lourenço, com música de Eurico Carrapatoso. Trabalhou como assistente de encenação de Jorge Listopad, colaborou na produção e integrou um dos elencos da ópera “A Flauta Mágica” de Mozart nos jardins da Quinta da Regaleira em Sintra nos meses de Julho e Setembro de 2002.

É professora de Voz da Escola Superior de Teatro e Cinema. Já leccionou noutras escolas como: Universidade de Évora, In Impetus, Espaço Evoé, Liga dos Amigos de Queluz.

Integrou, em 2001 o grupo de cantores da Ópera Buffa, tendo cantado ao longo de cinco meses no restaurante Biancha Fiori e outros. Fez também uma incursão na música jazz, tendo cantado este tipo de repertório no CCB, Fábrica da Pólvora, Cinearte, Teatro da Comuna, Bar Bêde Bar em Coruche e no restaurante Mássima Culpa.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook