Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Rui Taveira

Tenor

Rui Taveira obteve em 1984 o diploma do curso de canto, no Conservatório de Música do Porto, na classe de Fernanda Correia. De 1985 a 1988, fez Mestrado em Canto de Concerto (Lied e Oratória) na Hochschule für Musik em Munique, sob orientação de Ernst Haefliger. Em Oratória teve como mestre Diethard Hellman. Frequentou também o curso de Ópera com o encenador Pe-I ter Kertz.

Cantou os principais papéis nas óperas: “Flauta Magica”, “Cosi Fan Tutte”, “Finta Giardiniera”, “Matrimónio Secreto”, “D. Giovanni”, “Guerras de Alecrim e Mangerona”, “Barbeiro de Sevilha”, “Amahal e os visitantes da noite”, “La Spinalba”, “Boris Godunov”, “Bodas de Figaro”, “Hansel und Gretel”, “Viúva Alegre”, “Espadachim do Outeiro” e “Jeanne d’Are au bücher”.

Rui Taveira colabora regularmente com o Teatro Nacional São Carlos, CPO e Coro da Sé Catedral do Porto. Como concertista apresenta-se nas instituições mais credenciadas do País, tais como: Fundação Gulbenkian, Culturgest, CCB, Orquestra do Norte, Orquestras Nacionais de Lisboa e Porto, Orquestra das Beiras, bem como em importantes Festivais Nacionais e Internacionais, dos quais se destacam Utrecht, Capuchos, Davos, Estoril, Madeira, Açores, Leiria, Guimarães, Póvoa de Varzim, Algarve, Shaafhausen e Bilbau.

Participou em importantes eventos tais como Europália, Exposição Universal de Sevilha, Lisboa 94, Festival dos Cem Dias e Carrefour des Littératures em Bordéus. Gravou para a ORTF, ARD, RTP, RDP e vários discos para as etiquetas Movieplay, Numérica e Strauss. É co-fundador do grupo de música antiga Foral. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, DAAD e SEC. É professor de Canto na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto e professor do quadro no Conservatório de Música do Porto.

2004

Partilhe
Share on Facebook
Facebook