Rui Soares em Gent

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Rui Soares

Órgão

Natural de Fiães, concelho de Santa Maria da Feira, Rui Soares é organista e cravista.

Aprendendo órgão como autodidata, cedo ocupou o lugar de organista da sua Paróquia. Foi admitido, como exceção (com 14 anos) na Escola de Ministérios Litúrgicos – Diocese do Porto – onde frequentou o Curso de Música Litúrgica na vertente Órgão. Em 2005, sob orientação de Luca Antoniotti, concluiu com nota máxima o Curso Complementar de Órgão no Conservatório Regional de Gaia. Paralelamente, realizou com a Professora Ana Mafalda Castro, o Curso Livre de Cravo da ESMAE – Porto.

Em 2006 concluiu o III Curso Nacional de Música Litúrgica na vertente Direção. Obteve o grau de licenciado em Música Sacra pela Escola das Artes – Universidade Católica Portuguesa, onde concluiu a Disciplina de Órgão com nota máxima na classe de Luca Antoniotti. Frequentou vários cursos, seminários e master-classes de aperfeiçoamento, sob orientação de insignes mestres, entre os quais se destacam Roman Perucki, Olivier Latry, Franz J. Stoiber, Daniel Roth, Kristian Olesen, Leonel Rogg, Bernard Winsemius.

Em 2008 efectuou uma gravação de órgão para a RDP.

Como compositor, para além de vários cânticos compostos para a liturgia, estreou em 2008 em Lisboa a Cantata para o Natal para orquestra, coro e solista e em 2009 a “Missa Ressuressis Die” para 2 coros, metais e órgão.

Em 2012 obteve o grau de Mestrado com distinção “Cum Laude” em música antiga no Conservatório de Amesterdão onde estudou cravo na classe do professor Tileman Gay, órgão na classe de Pieter Van Dijk e estudou com Ton Koopman. Já gravou alguns CD’s, o primeiro com obras para órgão e trompete no órgão da Matriz de Espinho em 2007; o segundo CD para a inauguração do órgão da Igreja Matriz de Nogueira da Regedoura em 2010; o terceiro CD no órgão de St. Jan de Doper em Haarlem na Holanda; no órgão de tubos da igreja Matriz de Carregosa e o último no órgão Arp-Schnitger de Moreira da Maia.

É organista na Igreja da Senhora da Conceição no Porto e desde Dezembro de 2015 é o responsável pelos concertos de órgão diários na Igreja dos Clérigos no Porto.

É membro fundador do Quarteto Vocal Gaudium Vocis e dirige o grupo Mvsica Antiqva Porto. É professor de órgão no Colégio de Música de Fiães. Tem colaborado com orquestras e coros nos quais se destacam a Orquestra Sinfónica Casa da Música, Banda Sinfónica Portuguesa, Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra Clássica do Centro, Orquestra Calouste Gulbenkian, Coro da Sé Catedral do Porto, Coro Polifónico da Lapa.

A sua atividade concertística tem sido imensa, integrando festivais e inúmeros concertos em Portugal, Espanha, França, Suíça, Itália, Bélgica e Holanda.

[ Bio facultada por Rui Soares e inserida a 19 de março de 2019 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook