Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Rui Oliveira

Voz

Rui Oliveira nasceu em Aveiro, em 1974. Em 1991, seguindo os passos de José Afonso (músico natural de Aveiro), matriculou-se em Coimbra no curso de Filosofia, que concluiu em 1995.

Terminado o percurso académico, fez a primeira de muitas viagens sem destino trabalhando sempre como músico. Deslocando-se e dormindo na sua velha carrinha, fez espectáculos na Eslovénia, França, Espanha, Itália, Grã-Bretanha, Líbano e Finlândia. Os músicos que conheceu e com quem partilhou o palco nessas viagens foram os seus grandes professores. De 1999 a 2003 habitou no bairro de Alfama, em Lisboa, e frequentou a “escola” do fado vadio e bairrista.

É cantor profissional desde 1997. Desde então tem produzindo os seus espectáculos ao vivo e participado como cantor e instrumentista em outros projectos. Produziu e participou nos espectáculos Andarilho, Fados a Preto e Branco, Saudades de Coimbra, Filhos de Abril, Lisboa à Noite, Ligado à Corrente, Jazz Hot&Cool e The Jobim Songbook, com a colaboração de músicos de toda a Europa: Joaquim Teles (Quiné), Acácio Salero, Miguel Calhaz, Chico Cardoso, Ricardo Parreira, Armindo Fernandes e João Martins (Portugal); Robin Hevnesse e Anthony Weeldon (Grã -Bretanha); Andrea Taranto (Itália); Gerónimo Maya, Mú e Pedro Esparza (Espanha); Vasko Atanasovski, Vesna Zornik e Metod Banko (Eslovénia), entre outros. Como cantor convidado participou nos espectáculos Sonhar Flamenco e Alma Ibérica de Raquel Oliveira (flamenco), Amizade Big Band e Swamp Big Band (jazz).

Em 2005 grava o CD Chão do Rio com Joaquim Teles (Quiné) na bateria e Pedro Joel no contrabaixo. Depois de inúmeras viagens em que actuou em salas de espectáculo, cafés -concerto, bares, ruas e travessas e por todo o sul da Europa, o cantor aveirense tem percorrido o país com o espectáculo Fados a Preto e Branco.

Tem como inspiração a vida aventureira daqueles que não param nunca a caminhada, mesmo sentados.

2011

Partilhe
Share on Facebook
Facebook