Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Rita Ruivo

Voz

Rita Ruivo estreou‐se no palco aos 4 anos, na Gala Internacional dos Pequenos Cantores da Figueira da Foz, de onde é natural. Iniciou a formação no conservatório aos 10 anos ao piano mas foi pelo instrumento da voz que regressou irreversivelmente à música uns anos mais tarde.

Começou por integrar projectos de música tradicional portuguesa, nomeadamente com a gravação a solo do tema “Meninas Vamos à Murta” no disco Ceia Louca da Brigada Victor Jara. O gosto pela música de raiz tradicional leva-a a explorar géneros como o fado, a bossa nova, o flamenco e o tango. Mais recentemente, aceita o desafio de integrar o grupo de jazz vocal Jogo de Damas, em cujo primeiro disco participou.

Profissionalmente exerce investigação em Engenharia Química.

A sua incursão no fado começou em 2012, frequentando as noites de fado vadio lisboeta e portuense onde não perdia a oportunidade de estrear um par de fados novos que ia estudando com anseio. Rendeu‐se ao fado, para onde convergiram as suas experiências por diferentes géneros musicais. A primeira vez que falou ao fado disse‐lhe assim:

“É na boca das outras que me provocas

Nas noites vadias por todas as portas

Sem saberes quem sou, pela tua mão que me despe

É por tocares-me toda que a mim me trouxeste”

2013

Partilhe
Share on Facebook
Facebook