percussionista Ricardo Frade

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Ricardo Frade

Percussão

Ricardo Frade nasceu em 1994 e iniciou os estudos musicais em 2000 na Escola da Banda Filarmónica de São Mamede de Ribatua. Ingressou no Conservatório Regional de Musica de Vila Real em 2004, onde estudou com Jean-François Lézé e Isabel Silva.

Em 2013, integrou a classe dos professores Manuel Campos e Miquel Bernat na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto, terminando em 2017 a licenciatura com 19 valores.

Trabalhou com maestros como: José Rafael Pascual Vilaplana, Douglas Bostock, José Eduardo Gomes, Luís Carvalho, Pedro Neves, António Saiote, Ivo Venkov, Thomas Turriago entre outros, Participou em classes de aperfeiçoamento com Kuniko Kato, Sisco Aparici Minguez, Jeffrey Davis, Michael Lauren, Leandro Leonet, Rui Sul Gomes, Joaquim Alves, Nuno Aroso, Mário Teixeira, Fernando Llopis, Miquel Bernat, Nebojsa Jovan Zivcovic e Ettiene Lamaison.

Nos ano de 2007 e 2008 Ricardo Frade obteve o 2º lugar e 3º lugar, respetivamente, no Concurso Tum-Pá Tum-Pá e no ano 2008 foi premiado com o 1º lugar no 1º Concurso de Interpretação Musical de Gaia. Em 2009, integrado no Ciclo de Concertos Lições de Bach, ganhou o concurso feito a nível nacional, tendo realizado uma atuação nos Dias da Musica do CCB. Ganhou também na II Mostra Musical “Eixo Atlântico”, na categoria Musica de Câmara o 1º lugar com o Duo Vurmali, em 2010 e uma Menção Honrosa na Categoria Solista, na III Mostra Musical do “Eixo Atlântico”. Em 2019 foi premiado com uma Menção Honrosa no III Concurso Internacional de Percussão da Beira Interior.

Colabora frequentemente com a Banda Sinfónica Portuguesa, Massive Brass Attack, com os sextetos Black&White e Clarinetes Ligature, Duo Bikiak ( flauta e percussão ), chefe de naipe da Banda Sinfónica Transmontana.

[ Bio publicada na Meloteca a 12 de julho de 2019 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook