Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Ricardo Dias

Guitarra portuguesa

Ricardo Dias iniciou-se na guitarra portuguesa em 1985, na Escola Municipal da Casa Museu Chiado, e teve como professores Álvaro Aroso (T.A.U.C), José Paulo (Conservatório de Coimbra) e Jorge Gomes. Teve a sua formação musical inicial com o Dr. Travassos Cortez na Tuna Académica da Universidade de Coimbra (1986-1988).

Foi professor e director das escolas da Secção de Fado da AAC (1994-1998). Foi professor no organismo autónomo (1994-2002) da T.A.U.C. Fez parte activa e integrante de vários grupos da Secção de Fado da AAC e do Organismo Autónomo T.A.U.C. enquanto aluno universitário do curso de Física da U.C, sempre empenhado na actividade académica e associativa.

Fundou e pertenceu aos grupos Alma Mater (1989), Quinteto de Coimbra (1996), Trio de Coimbra (com Paulo Soares e Rui Namora) e Coimbra Ensemble (com João Farinha e Pedro Lopes) (2006). Para além disso pertenceu enquanto estudante ao organismo autónomo de teatro CITAC, Estudantina Universitária de Coimbra e pertence ao coro Alma de Coimbra.

Como compositor, Ricardo Dias tem uma obra musical original extensa, com um conjunto considerável de obras de sua autoria e co-autoria, assim como inúmeras participações em vários trabalhos (discográficos e videográficos) e em projectos relacionados com a Canção de Coimbra e a Guitarra Portuguesa. É fundador e actual sócio do Centro Cultural – Casa de Fados “aCapella”, e um dos seus guitarristas residentes.

Vitorino, Janita Salomé, António Bernardino, Paulo Saraiva, Carlos Carranca, Luís Goes e Camané são alguns dos nomes relevantes com os quais já gravou ou participou em espectáculos.

É actualmente professor e director executivo da Escola da Guitarra, Viola e do Fado de Coimbra (Associação do Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra – Câmara Municipal de Coimbra), e possuidor de um extenso currículo musical, pedagógico e obra publicada.

Em 2013 foi candidato, como co-autor e intérprete, ao prémio Edmundo Bettencourt (Câmara Municipal de Coimbra) com a participação em dois trabalhos discográficos de originais de fado, canção e guitarra de Coimbra – o primeiro de Fernando Gomes Alves e o segundo de Carlos Pedro, acompanhado por Luís (Ni) Ferreirinha e Paulo Larguesa na viola de acompanhamento.

2015

Partilhe
Share on Facebook
Facebook