Ricardo Ceitil

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Ricardo Ceitil

Contratenor

Ricardo Ceitil iniciou os estudos musicais em 1989 no Instituto Gregoriano de Lisboa, onde terminou o curso geral de piano em 1998. Foi nessa mesma escola que começou a ter aulas de canto com Helena Afonso, com quem descobriu a sua voz de contratenor.

Em 1999 ingressou no Curso de Canto da Escola Superior de Música de Lisboa, na classe de Luís Madureira. Obteve aí a Licenciatura em Canto em Setembro de 2003.

Foi membro do Estúdio de Ópera da Casa da Música do Porto, tendo trabalhado regularmente com Peter Harrison, professor de canto residente daquele projecto. Trabalhou igualmente com Jill Feldam, Graziela Galvanni, Jeff Cohen, Lorna Marshall, Delia Linden, Muriel Corradini e Jean-Paul Fouchécourt.

Em Setembro de 2002, desempenhou o papel de Ellen em Three Sisters Who Are Not Sisters de Ned Rorem, na Casa das Artes do Porto e na Biblioteca do Convento de Mafra (Festival de Música de Mafra), direcção musical de Jeff Cohen e encenação de Cornelia Geiser. Em Junho de 2003, Joaz na ópera Joaz de Benedetto Marcello, na Casa da Música do Porto (Festival de Música “Obra Aberta”), direcção musical de Richard Gwilt e Jill Feldman, encenação de Giuseppe Frigeni. Esta foi a primeira produção encenada desta ópera desde o séc. XVIII.

Em Janeiro de 2003 participou no espectáculo Inês Eléctrica no Teatro Nacional S. João, evento dedicado a Inês de Castro em que foram interpretados repertório renascentista e pré-barroco português e obras inéditas de compositores portugueses contemporâneos como Eurico Carrapatoso, Carlos Azevedo, Fernando Raposo e Pedro Faria. Em Junho de 2004, participou na Sinfonia nº4 de Alfred Schnittke, em Guimarães e no Porto com o Remix Ensemble e direcção de Stephan Ausbury.

07 Junho 2007

Partilhe
Share on Facebook
Facebook