Pedro Ralo

Direção . Clarinete

Pedro Miguel Serrano Ralo nasceu em Lisboa e iniciou os estudos musicais com o seu pai na Banda Municipal Mouranense como executante de clarinete.

Mais tarde, foi admitido na Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa como aluno de Clarinete na classe de Rui Martins.

Anos mais tarde, ingressou no Exército Português, prestando serviço na Banda Sinfónica do Exército e na Banda Militar de Évora.

É licenciado em Música no ramo de Interpretação, variante Clarinete nas classes dos professores Étienne Lamaison e Luís Gomes na Escola de Artes da Universidade de Évora.

Na sua formação como clarinetista, tem participado em várias classes de aperfeiçoamento, em que se destacam os clarinetistas Rui Martins, Luís Gomes, Nuno Silva, Joaquim Ribeiro, Emídio Costa, Hernâni Moura, Alberto Lajes, Carlos Marques, Vítor Ferreira, Luís Ferrer, Hakan Rosengreen, Guy Deplus, Dominique Vidal, Mathias Muller, Hedwing Swimberghe, Javier Trigos, Radovan Cavallin, Justo Sanz, Isaac Rodríguez, Robert Spring, Eric P. Mandat, Camilo Irizo e Nicholas Cox.

Tem colaborado com diversos agrupamentos musicais, onde tocou sob a direção dos Maestros Hugo Assunção, Major João Cerqueira, Comissário José Ferreira de Brito, Carlos Amarelinho, João Paulo Fernandes, Klaus Nymark, Christopher Bochmann, José Augusto Carneiro, António Menino, Mitchell J. Fennel, Hedwing Swimberghe, Alberto Roque entre outros.

Desde muito cedo revelou interesse pela Direção e nos últimos anos tem direcionado a sua formação para esta área.

Tem participado em diversos cursos de direção de orquestras de sopros e de outros agrupamentos, onde tem tido a oportunidade de trabalhar com maestros de renome nacional e internacional, sendo de destacar os maestros Subintendente José Manuel Ferreira de Brito, Roberto Perez, Luís Clemente, Kodo Yamaguishi, Mitchell J. Fennel, Yan Mikirtumov, Rui Pinheiro, António Menino, Alberto Roque, Shannon Kitelinger, Jean-Sebastien Bereau, Felix Hauswirth, Douglas Bostock, José Rafael Pascual Vilaplana, Mark Heron, Jorge Salgueiro e Jan Cober.

Foi convidado para orientar o naipe de clarinetes: no 1º Estágio para Instrumentos de Sopro e Percussão, da Banda da Casa de Povo de Penacova; 1º Estágio de Sopros e Percussão dos Bombeiros Voluntários de Condeixa-a-Nova; “1º Masterclass de Clarinete”, organizada pela Escola de Música da Filarmónica Pampilhosense e no 1º Estágio de Orquestra de Sopros e Percussão da Filarmónica Pampilhosense.

A convite do Departamento de Música da Escola de Artes da Universidade de Évora, dirigiu o Ensemble de clarinetes do “1º Estágio de Clarinete” da referida Universidade, onde acompanhou os solistas Luís Gomes e Ana Maria Santos.

Foi maestro convidado do 1º Estágio de Clarinetes do Conservatório Regional do Algarve Maria Campina, onde dirigiu o Ensemble de clarinetes e acompanhou os solistas: Nicholas Cox, Rui Travasso e Pedro Nuno.

Encontra-se neste momento a terminar o seu Mestrado, em Direção de Orquestra de Sopros no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, na classe de André Granjo.

Foi maestro da Banda Filarmónica de Brinches (2005 a 2008) e do Grupo Musical Fraternidade Pampilhosense (2008-2018).

Exerceu funções de Investigador participante no projeto “A nossa música, o nosso mundo: Associações musicais, bandas filarmónicas e comunidades locais (1880-2018)” do INETmd no projecto: “Palmela é Música”.

Atualmente é maestro da Banda Castanheirense – Águeda.

É artista da Marca Reeds.

É membro associado da WASBE (World Association for Symphonic Bands and Ensembles) e da IMMS- Portugal (International Military Music Society).

[ Bio+ publicada na Meloteca a 29 de junho de 2019 ]