Pedro Moreira saxofone

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Pedro Moreira

Saxofone

Pedro Moreira nasceu em Lisboa, em 1969, e começou a estudar saxofone aos 12 anos.

Em 1985 forma o grupo Moreiras Jazztet, com os seus irmãos Bernardo e João, com o qual realizou inúmeros concertos no país (Continente, Açores e Madeira), participando nos principais festivais nacionais. Fez actuações também nos EUA, Paris, Barcelona, Madrid, Moçambique, África do Sul e Costa do Marfim.

Com esse grupo gravou um CD, Luandando (Groove/Movieplay), com a participação do trompetista Freddie Hubbard.

Dirige a Big Band do Hot Clube de Portugal desde 1991, com a qual realizou inúmeros concertos e gravou um cd com os convidados Benny Golson, Eddie Henderson e Curtis Fuller. Com esta formação apresentou-se, entre outros locais, no festival “Jazz em Agosto” da Fundação Gulbenkian (com Mark Turner) e em Madrid, no prestigiado Círculo das Belas Artes. Parte para Nova Iorque em 1996, onde desenvolve a sua actividade de com- positor, paralelamente à de saxofonista.

Em 2000 concluiu o Mestrado em Composição Clássica no Mannes College of Music, depois de obter a Licenciatura em Jazz e Música Contemporânea pela New School University.

Desta fase destacam-se as suas colaborações como assistente musical e arranjador nos álbuns Gershwin’s World de Herbie Hancock (premiado com três Grammy Awards) e Alegria de Wayne Shorter. Em 2000, a Orquestra Filarmónica de Estugarda executou uma orquestração sua, num concerto dedicado ao cross-over orquestral. Recebeu, em 1998, o prémio “Down Beat Music Student Award” nas categorias de “Best Jazz Group” e “Outstanding Performance”.

Colaborou com músicos como Dave Liebman, Joe Chambers, Bobby Short, Benny Golson, Eddie Henderson, entre outros. Foi assistente musical do maestro Robert Sadin. Sob a direcção deste, actuou na recriação dos arranjos clássicos de Gil Evans de Porgy and Bess e Sketches of Spain, com os solistas Tom Harrell e Tim Hagans, no festival “Jazz em Agosto” da Fundação Gulbenkian.

É Director Artístico do Festival de Jazz da Alta Estremadura. É Director Musical da Orquestra Experimental AngraJazz, assim como da Orquestra de Jazz do Conservatório da Madeira. Colaborou na colecção “Let’s Jazz” do jornal Público, escrevendo o volume sobre Ornette Coleman.

Como arranjador, tem colaborado com várias figuras da música portuguesa, como Pedro Abrunhosa, Carlos do Carmo e Rodrigo Leão.

2013

Partilhe
Share on Facebook
Facebook