Pedro Gomes, piano

Bio+

Pedro Gomes

Piano

Nascido em Vila Nova de Famalicão em 1991, Pedro Gomes estudou inicialmente com Marina Pikoul e Marian Pivka.

Ganhou numerosos prémios em concursos nacionais e internacionais, e em 2008 foi-lhe atribuída uma bolsa de estudos pela Yamaha Music Foundation of Europe. No ano seguinte, terminou o Curso de Piano no Conservatório de Música do Porto com a classificação máxima, na classe de Rosgard Lingardsson. Estudou desde 2009 no Royal College of Music, onde frequentou o Artist Diploma com Dmitri Alexeev.

Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian.

Apresentou-se em público em países como Portugal, Espanha, França, Alemanha e Inglaterra, assumindo particular relevo as actuações no Teatro D. Maria II (transmissão Antena 2), Salão Árabe do Palácio da Bolsa (Porto), Festival de Música de Leiria – Teatro Miguel Franco, Steinway Hall de Londres e Casa da Música no Porto.

Aos 18 anos, foi chamado para substituir Sequeira Costa como solista em dois concertos com a Orquestra Gulbenkian, interpretando o Concerto n.º 1 de Prokofieff e colhendo as melhores críticas da imprensa. Em 2010, fez parte do projecto “Música por uma Causa” na Fundação Gulbenkian.

Em 2012, estreou-se no famoso Royal Albert Hall de Londres, onde deu um recital solo na sala Elgar Room, extremamente bem recebido pelo público inglês.

Nos últimos anos tocou com a Orquestra Gulbenkian dirigida por Joana Carneiro, no Festival Internacional de Música de Sintra (Concerto n.º 1 de Britten); com a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música dirigida por Michael Sanderling, na Casa da Música e na Fundação Gulbenkian; e com a Orquestra Clássica do Sul dirigido por Rui Pinheiro.

2016