Pedro Celestino, trompete, Braga

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Pedro Celestino

Trompete

Pedro Celestino Fernandes Faria nasceu a 19 de maio de 1988 em Braga. Iniciou os estudos musicais aos nove anos sob orientação do seu avô em Trompete. Prosseguiu os estudos no Centro Cultural Musical na classe de Trompete de Paulo Silva. Em 2000 foi admitido na Escola Profissional Artística do Vale do Ave na classe de Trompete de Maciel Matos e mais tarde na classe do de Vasco Faria.

Trabalhou na Orquestra Artavinhos sob a direção dos maestros Maciel Matos, Alexandre Samardjiev, Francisco Ribeiro, Jaroslav Mikus, José Ricardo Freitas e Nuno Arrais. Mais tarde integrou a Orquestra de Sopros Artave sob a direção do maestro Paulo Silva e também a Orquestra Sinfónica Artave onde teve oportunidade de trabalhar com os maestros Emílio de César, Ernest Schelle, António Saiote, Roberto Pérez, Jean-Sebastien Béreau e Luís Machado.

Trabalhou em Música de Câmara com os professores Vasco Faria, Hélder Vales, Paulo Silva, Avelino Ramos, Sérgio Carolino e Kevin Wauldron. Participou em 2005 no 2º estágio da Banda Sinfónica Minho-Galaica sob direção do maestro Lourenço Silva Cruz. Em 2006 procedeu os seus estudos universitários na Escola Superior de Música, Artes e Espetáculos (ESMAE) no Porto, integrando a classe de trompete do professor Kevin Wauldron e a Orquestra Sinfonieta da ESMAE sob direção do maestro António Saiote.

Neste mesmo ano integrou o naipe de trompetes da Banda Sinfónica Portuguesa tornando-se músico regular até ao presente, onde trabalhou com maestros de renome como Francisco Ferreira, Fernando Marinho, Hélder Tavares, Pedro Neves, Douglas Bostock, Rafael Vilaplana entre outros. Integrou em 2007 a Orquestra das Beiras sob direção de António Lourenço e António Saiote, sendo reforço até 2009.

Em 2008 e 2009 foi membro convidado na Orquestra de Câmara de Braga e na Orquestra da Lapa. Participou em classes de aperfeiçoamento com Allen Vizzutti, Hakan Hardenberger, Luis Gonzales, Rex Richardson, Jonh Aigi Hurn, Stephen Mason, Sérgio Carolino (Musica de Câmara-Metais), Fernando Ribeiro, Kevin Wauldron, Andre Henry, Pierre Dutot, Eric Aubier e Fernando Rey Garcia.

Em 2008 participou na Conferência Internacional de trompetistas (ITG) no Canadá.

Em 2009 concluiu a Licenciatura em Trompete na ESMAE e em 2011 iniciou o Mestrado em Ensino de Música na Universidade do Minho.

Exerceu funções de Coordenação dos professores de educação Musical no agrupamento de Ponte da Barca lecionando também a disciplina de Iniciação Musical, assim como executou o cargo da disciplina de Trompete na Academia de Vila Boa de Quires (Artâmega), na Academia de Música Vizelense e Academia de Perosinho. Lecionou a disciplina de Formação Musical na Academia dos Arcos do Valdevez (Artelima) e numa instituição religiosa Arautos do Evangelho, dando também aulas de trompete.

É docente da disciplina de trompete na Academia de Música de Esposende, na Academia de Música de Vila Verde e no Colégio Didalvi.

É músico regular na Banda Sinfónica Portuguesa, na Orquestra de Câmara de Vila Verde, na orquestra Sine Nomine e na orquestra da Sé do Porto.

[ Publicado na Meloteca a 19 de junho de 2020 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook