Pedro Castro

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Pedro Castro

Oboé . Direção

Pedro Castro nasceu em 1977 no Porto. É diplomado pela Escola Superior de Música de Lisboa, sob a orientação de Pedro Couto Soares, e pelo Conservatório Real de Haia na Holanda, sob a orientação de Sebastian Marq (flauta) e Ku Ebbinge (oboé barroco).

No âmbito do mestrado em Artes Musicais na Universidade Nova de Lisboa, realizou a tese Serenata L’Angelica – um estudo performativo. Realizou também o doutoramento em Música na Universidade de Aveiro, cuja dissertação versou sobre A tradição da serenata de corte no tempo de D. Maria I.

A sua actividade artística passa por várias orquestras e agrupamentos de instrumentos históricos nos principais centros artísticos europeus. Em outubro de 2009 dirigiu a estreia moderna da serenata L’Angelica de João de Sousa Carvalho. Em 2012 dirigiu a ópera Paride ed Elena de Gluck numa produção encenada por Clara Andermatt.

Como solista apresentou-se com a Orquestra Capela Real, a Orquestra Divino Sospiro e a Orquestra Barroca Casa da Música, interpretando concertos para oboé e orquestra de Vivaldi, Telemann, Handel, Marcello e J. S. Bach. No oboé clássico e com o Quarteto Arabesco interpretou o quarteto de Mozart, ícone do repertório virtuosístico do Classicismo. Colabora também com o agrupamento Sete Lágrimas, com o qual realizou várias gravações e digressões pela Europa.

É coordenador artístico do grupo de música antiga Concerto Campestre, com o qual produziu a primeira gravação mundial da serenata L’Angelica de João de Sousa Carvalho, editada e distribuída pela etiqueta Naxos em 2016.

2017

[ Músicos naturais do Porto ]
Partilhe
Share on Facebook
Facebook