Patrícia Pires, flauta transversal

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Patrícia Pires

Flauta transversal

Patrícia Fernandes Pires é licenciada pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto (variante flauta transversal, na classe de Ana Raquel Lima).

É Mestre em Ensino de Música pela Universidade do Minho (classe de Gil Magalhães) tendo realizado o seu estágio profissional no Conservatório de música Calouste Gulbenkian de Braga.

O tema do seu relatório de estágio centrou-se na disciplina de música de câmara, com o título: “A aprendizagem cooperativa na disciplina de música de câmara”.

Em 2017 iniciou o seu Master of Arts in Music no Koninklijk Conservatorium Brussel, na Bélgica, com Carlos Bruneel (flauta) e Katlijn Sergeant (piccolo).

Em 2019 ganhou o lugar de academista na Orquestra de Ópera de Bruxelas (La Monnaie) e na Belgium National Orchestra.

É membro da Orquestra de Guimarães desde 2014. Tocou no ano de 2014/2015 com a Jovem Orquestra Portuguesa, com quem teve a oportunidade de tocar na Alemanha, no Young Euro Classic Festival na Konzerthaus em Berlim, e no Kongress Palais Stadthalle, Festsaal em Kassel. Em 2018 ganhou o lugar de Principal Flute na Youth Flanders Orchestra (Bélgica). Foi convidada para tocar a solo na Alemanha, com a orquestra do Festival Höri Musiktage Bodensee em 2019.

Das apresentações a solo com orquestra destacam-se ainda os concertos com a Orquestra de Sopros da Academia Valentim Moreira de Sá (2012), com a Orquestra de Sopros do “1ºEncontro Nacional de Jovens Músicos” em Vieira do Minho (2013), com a Orquestra Sinfónica 430 de Vigo (2015) e com a Sinfonietta de Braga (2017).

Trabalhou em Orquestra com os maestros Roger Norrington, Bart Bouckaert, Daniel Stabrawa, Christoph Koncz, Peter Rundel, Francisco Ferreira, José Eduardo Gomes, Vítor Matos, Jan Milotsz Zarzycki, Dainius Pavilionis, Vasco Faria, Pedro Carneiro, Toby Hoffman, Pedro Sousa, António Saiote, Andreas Stoehr, Nick Ost, entre outros.

De entre as salas onde se apresentou com orquestra, destacam-se em Portugal o Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, (Guimarães),o Multiusos de Guimarães, o Grande Auditório do CCB (Lisboa), o Teatro Maria Matos (Lisboa), Theatro Circo (Braga); na Alemanha a Konzerthaus (Berlim) e o Kongress Palais Stadthalle, Festsaal (Kassel); na Bélgica o Théâtre SaintMichel (Etterbeek), o Flagey (Bruxelas) e a Concertgebouw Brugge (Bruges); e em Itália, o Stresa Convention Centre, o Teatro Comunale Varese e o Teatro Sociale Busto Arsizio.

No ano lectivo 2018/2019 foi apoiada pela Fundação GDA com uma bolsa de estudo.

Em 2020/2021 concluiu dois cursos ligados à pedagogia: “Necessidades Educativas Especiais” e “Comportamentos Disfuncionais das Crianças – Formas de Actuação”, ambos com classificação máxima.

Bio facultada por Patrícia Pires, publicada na Meloteca a 27 de novembro de 2021

Partilhe
Share on Facebook
Facebook