Porbatuka Almada

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Orquestra Porbatuka Almada

Orquestra de Percussão

Porbatuka Almada é um projeto musical, artístico e cultural da Associação Porbatuka, fundado em 8 de Julho de 2017, cujos os princípios se baseiam em promover a solidariedade, amizade, integração/inclusão social e a Percussão Tradicional Portuguesa.

É um projeto gratuito que pretende desenvolver a formação musical na área da percussão. É uma oportunidade em que a condição económica não impede a participação e aspirações, acolhe diferentes faixas etárias e sociais, e diferentes culturas bem como experiências de vida.

Neste projeto é inserida a inclusão social através da Percussão, considerando a mesma dentro da área da Música Tradicional, como um meio para alcançar o desenvolvimento comunitário inclusivo e destacar a Cultura Tradicional Portuguesa.

É através do estudo da música que as crianças e jovens aprendem o valor do esforço sustentado para atingir os seus objetivos e os resultados concretos do trabalho árduo, valorizando o trabalho em equipa. A constituição de uma orquestra, como concretização desse trabalho em equipa, pressupõe trabalhar em conjunto harmoniosamente com um único objetivo, o desempenho, com o compromisso da aprendizagem e participação, proporcionando um importante modo de expressão pessoal, promovendo-se assim o desenvolvimento da auto-estima como subproduto desta expressividade, auxiliando a ultrapassar o medo e a assumir riscos, transversais a todas as crianças e jovens, independentemente do estrato social a que pertencem. Praticar música promove a expressão pessoal e proporciona auto gratificação ao mesmo tempo que dá prazer aos outros.

A Orquestra Porbatuka Almada é o nível superior deste projeto, é o elo de ligação entre a formação base e a mesma, quando um tocador conclui todas as etapas da sua formação é seleccionado para ingressar na Orquestra, sendo a constituição da mesma o reconhecimento do trabalho desenvolvido.

Nas sessões de Orquestra os tocadores têm presentes a prática e a técnica dos instrumentos tradicionais bem como a história dos mesmos, ritmos tradicionais portugueses e exploração de outros ritmos tradicionais. Aprendem a componente da formação musical e coreográfica ligada à parte rítmica onde exploram exercícios de integração do grupo, percussão corporal, expressão e movimento/dança. Exercícios que preparam os tocadores a nível da performance.

A Orquestra aposta na formação musical e coreográfica dos tocadores para futuras apresentações.

UM POR TODOS E TODOS POR UM, é lema que nos move, se um falha, falhamos todos, o talento e aptidão de cada tocador não resulta se não houver trabalho de equipa e claro individual.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook