Nuno Cernadas piano

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Nuno Cernadas

Piano

Nuno Cernadas nasceu no Porto em 1988. Aos 8 anos foi admitido ao Conservatório de Música do Porto, onde foi aluno dos professores Constantin Sandu e Fátima Travanca, tendo terminado o Curso Complementar de Piano com classificação final de 19 valores.

Concluiu, em Julho de 2010, a Licenciatura em Piano na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto na classe de Constantin Sandu, com a classificação de 20 valores, tendo sido até à data apenas um dos quatro alunos na história da instituição a terminar o curso com classificação máxima.

Estudou um ano na Liszt Academy of Music de Budapeste (Hungria), na classe de István Gulyás, ao abrigo do programa Erasmus.

Entre 2010 e 2013, Nuno estudou na prestigiada Hochschule für Musik Freiburg im Breisgau (Alemanha) com Gilead Mishory, com quem concluiu o Mestrado em Performance com classificação máxima, tendo entregue a sua tese de mestrado com o tema: “Alexander Scriabin: Aesthetical Development Through selected Piano Works”.

Depois de passar um exigente concurso, Nuno foi aceite no Solistenexamen na Hochschule für Musik Karlsruhe, tendo concluído o diploma com distinção em Julho de 2016.

Participou em variadíssimos cursos de aperfeiçoamento pianístico quer em Portugal como no estrangeiro (Espanha, Alemanha, França, Inglaterra e Ucrânia), tendo trabalhado com pianistas de reconhecido prestígio como Miguel Borges Coelho, Sequeira Costa, Paul Badura-Skoda, Boris Berman, Vitaly Margulis, Solomon Mikowsky, Eduardo Hubert, Ricardo Castro, Homero Francesch e Dina Yoffe.

Em Junho de 2006, no Ateneu Comercial do Porto, fez a sua estreia como solista com a Orquestra do Conservatório de Música do Porto sob a direcção do Maestro Kamen Goleminov, na provável estreia nacional da obra de Franz Liszt “Malédiction”, para piano e cordas.

Em Março de 2010, no âmbito do Harmos Festival 2010, foi convidado para tocar o Triplo Concerto de Beethoven com a Harmos Festival Orchestra sob a direcção do Maestro Dirk Vermeulen, tendo como parceiros a violinista Nadja Nevolovitsch e o violoncelista Povilas Jacunskas. Os concertos realizaram-se no Auditório Municipal de Vila do Conde e na Sala Suggia da Casa da Música (Porto). Em Outubro de 2011 foi convidado pela Orquestra do Norte para tocar o Concerto No.21 de Mozart sob a direcção do Maestro José Ferreira Lobo, tendo tocado as suas próprias cadências. Em Agosto de 2015, tocou na Casa da Música com a Orquestra da 2ª Academia de Verão do Remix Ensemble a obra “Oiseaux Exotiques”, de Olivier Messiaen. Em Julho de 2016, foi solista no 5º Concerto para piano de Beethoven com a Orquestra Filarmónica de Baden-Baden, sob a direcção de Tobias Drewelius.

Nuno foi premiado em diversos concursos nacionais de Piano, entre os quais o 4º Concurso Ibérico do Alto Minho (2º Prémio), “Marília Rocha” (1º Prémio e Melhor Peça Imposta) e Concurso Nacional de Piano Cidade da Guarda (2º Prémio, 1º não atribuído). Também foi distinguido com o 2º Prémio ex-aequo (a par do clarinetista Horácio Ferreira) e o Prémio do Público no 16º Concurso de Interpretação do Estoril | Prémio El Corte Inglés, 2014.

Em Junho de 2009, foi galardoado com o 1º Prémio no Concurso Internacional de Piano “Pro-Piano” em Bucareste (Roménia).

Gravou diversas vezes para a Antena 2 e para a Euroclassical.

Após a prestação de provas, Nuno Cernadas foi aceite na Sibelius Academy Helsinki e no Koninklijk Conservatorium Brussel / Vrije Universiteit Brussel para um Doutoramento sobre as sonatas para piano de Scriabin. Escolheu a capital belga para dar início ao seu projecto, onde contará com a supervisão dos pianistas mundialmente famosos Jan Michiels e Håkon Austbø.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook