Nuno Canoa, trombonista, maestro e professor

Nuno Canoa

Trombone

Nuno Canoa, trombonista, professor e maestro, morreu a 27 de julho de 2021, aos 41 anos.

Foi maestro da Sociedade Musical e Desportiva de Caneças. Dotado de excelentes qualidades humanas e profissionais, fez carreira na música e correu meio mundo, com a música que criava e ensinava. A sua morte inesperada, deixou um profundo sentimento de perda e saudade junto de todos aqueles que tiveram o prazer de o conhecer.

No seu percurso académico destacam-se os estudos na Escola Superior de Música de Lisboa, Escola Superior de Educação de Lisboa, Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa, e um Mestrado em Ensino de Educação Música no Ensino Básico.

Tocou com a Orquestra Metropolitana de Lisboa e integrou projetos em várias zonas da área da Grande Lisboa. Um dos projetos, foi desenvolvido no Centro Social Paroquial de S. João das Lampas, no concelho de Sintra.

“O Nuno Canoa soube através da música e do canto aproveitar a vida e enchê-la de valores e dons generosos”, partilhou a página do Facebook daquela instituição. E acrescentava: “teve a arte e saber de transmitir, desde aos mais novos até aos mais velhos, o que a música nos pode dar e nos pode alegrar, satisfazendo-nos plenamente”.

Em 2017, partilhou:
“O que a vida profissional me deu: música, alunos pequeninos, alunos mais crescidos, alunos adultos, alunos a quem ensino o melhor que sei, alunos com quem aprendo, alunos com histórias e muitos e bons músicos com quem me cruzei e cruzo nas partituras da vida. O melhor de tudo, é que não tenho que trabalhar um único dia. Estarei eternamente grato por isso!”

Biografia publicada na Meloteca a 31 de julho de 2021

Partilhe
Share on Facebook
Facebook