Nuno Alexandrino

Contactos

Clique no botão, se quiser apresentar os seus contactos no site Meloteca.

Nuno Alexandrino

Órgão

Natural da freguesia de Avanca, Nuno Alexandrino iniciou os estudos musicais no Conservatório de Música de Aveiro, onde estudou Órgão, Piano, Cravo e Canto, tendo estudado com Domingos Peixoto e António Mário Costa (Órgão), Manuela Guerra (Piano), Cândida Matos (Cravo) e Ana Fleming (Canto), entre outros. É licenciado em Órgão pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou com Antoine Sibertin-Blanc em Órgão e Stephen Bull em Música de Câmara, entre outros. Em 1998, frequentou a Escola das Artes de Utrecht (Holanda), como aluno bolseiro do Programa Erasmus, onde estudou com o Compositor e Organista Willem Tanke. Concluiu essa estadia na Escola de Artes da Cidade de Utrecht com a realização de dois recitais a solo na Igreja de S. Pedro da mesma cidade, onde recebeu excelentes críticas.

Como concertista, tem tocado quer a solo, quer com Coros e Orquestras. Participou em vários concertos non-stop no Grande Órgão da Sé Patriarcal de Lisboa, deu recitais no Grande Órgão da Sé do Porto, Sé de Braga, Sé de Beja, Igreja Matriz de Espinho, Basílica de Fátima, Igreja Paroquial de Fátima, Órgão da Universidade de Aveiro, Igreja de Alpedrinha, Igreja alemã de Lisboa, Igreja de Albergaria-a-Velha, entre outros. Trabalha regularmente com colegas como a soprano Magna Ferreira, Romeu Costa (saxofone), Carla Abreu (flauta bisel), Fabrizio Nasetti (trompete), Paulo Margaça (trompete), Domingos Lopes (violino), Maria José Barriga (cravo), Eduardo Lucena (flauta), Maestro Jaime Branco, Maestro Pedro Martins entre muitos outros. É Director Musical do projecto “a par d’ilhós” desde 1991, onde tem feito um assinalável trabalho no campo da música tradicional portuguesa.

Participou em vários concursos de Órgão, nomeadamente no Concurso de Órgão da Juventude Musical Portuguesa, em 1995, realizado em Lisboa, na Igreja da Pena, onde obteve uma Menção Honrosa; O Concurso de Órgão, realizado na Sé do Porto, em 1996; e o Concurso Nacional de Jovens Organistas na Cidade do Lis, realizado no Orgao da Sé de Leiria, em 1997. Frequentou e concluiu com a classificação de “bom”, o II Curso de Música Sacra, realizado em Fátima, onde estudou com o Organista Franz Stoiber entre outros. Frequentou o curso de aperfeiçoamento de Órgão subordinado à Musica Inglesa e Ibérica do sec. XVI a XVIII orientado pelo Professor Graham Barber realizado nos Órgãos da Sé Catedral de Braga. Actualmente, é professor de Órgão e membro do conselho pedagógico do Conservatório Regional do Baixo Alentejo e Organista na Sé de Beja.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook