Nóbrega e Sousa, autor de canções

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Nóbrega e Sousa

Autor de canções

Carlos de Melo Garcia Correia Nóbrega e Sousa nasceu em Aveiro a 4 de novembro de 1913 e faleceu em Lisboa a 3 de abril de 2001.

Foi uma das figuras de maior talento e valor da música portuguesa no século XX.

Apesar de o seu nome estar associado à canção ligeira, com que se notabilizou junto do público, terminou o curso superior de Piano no Conservatório Nacional, em Lisboa, onde foi aluno de Tomás Borba, de Luís de Freitas Branco e de Vianna da Motta.

Já por essa altura, no entanto, estava tomado de amores pela música ligeira, o que fez com que a sua primeira obra publicada, Aventura de Amor, fosse uma valsa. Publicada pela casa Sassetti, embora custeada inicialmente pelo autor, a partitura vendeu os seus quinhentos exemplares em quinze dias, e foi o primeiro de muitos sucessos.

Mantendo uma carreira como pianista acompanhador, Nóbrega e Sousa entra para a antiga Emissora Nacional em 1940, onde exercia funções de assistente de programação.

Começou também a colaborar no teatro de revista, escrevendo músicas que granjearam grande sucesso na época. Em 1958, o compositor viu a sua canção “Vocês Sabem Lá” atingir um sucesso estrondoso no 1º Festival da Música Portuguesa (Figueira da Foz), na interpretação de Maria de Fátima Bravo. Essa época coincidiu com o início da comercialização em Portugal dos discos em vinil de 7 polegadas, com duas canções de cada lado, o vulgar EP (extended play), e foi precisamente a partir dessa época que o sucesso de Nóbrega e Sousa aumentou.

Era agora possível a uma maior faixa de público levar para casa as músicas que ouvia na rádio, já que a vulgarização da prensagem do vinil trouxe também capas coloridas e preços mais baixos, o que tornou o antigo disco de 78 rpm algo de obsoleto e pouco atractivo.

Simone de Oliveira venceu o Festival RTP da Canção de 1965 com “Sol de Inverno”, da autoria de Carlos Nóbrega e Sousa e Jerónimo Bragança.

Em 1970, Sérgio Borges venceu o Festival RTP da Canção com “Onde vais rio que eu canto”, com música da autoria de Carlos Nóbrega e Sousa e letra de Joaquim Pedro.

Foi o autor da letra e música de “Sobe Sobe Balão Sobe” de Manuela Bravo que venceu o Festival RTP da Canção de 1979.

Por ser o compositor aclamado e amplamente procurado por cançonetistas, fadistas e mestres de orquestras, Nóbrega e Sousa escreveu músicas para o teatro de revista, filmes portugueses e compôs mais de 400 canções e fados.

Escreveu para Francisco José, Tristão da Silva, António Calvário, Simone, Alberto Ribeiro e Amália, enormes éxitos como: Covilhã, Cidade de Neve, Padre Zé, Triste Sina, Ana Paula, Conclusão, Se Os Meus Olhos Falassem, Sol de Inverno, Da Janela do Meu Quarto, Lisboa é Sempre Lisboa, Procuro e Não te Encontro, Amigos Só e Nada Mais, Ou Tarde ou Cedo e Sou Alfacinha da Graça.

[ Músicos naturais de Aveiro ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook