Miguel Ângelo, cantor pop natural de Cascais

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Miguel Ângelo

Cantor pop

Miguel Ângelo da Costa Magalhães, cantor, arquiteto e escritor, nasceu em Cascais, Portugal, a 3 de abril de 1966.

Foi vocalista de uma das bandas mais importantes de Portugal dos anos 90, os Delfins, de que foi um dos fundadores em 1984. Os Delfins lançam o seu disco “Desalinhados” para a BMG.

Em 1991 é um dos fundadores do projecto Resistência.

1993 é o ano da fundação da empresa “1 Só Céu – Audiovisuais”, com Fernando Cunha. Abrem os estúdios com o mesmo nome, em Cascais.

Em 1994 participa como actor e intérprete na peça teatral “Breve Sumário da História de Deus”, de Gil Vicente, levada a cena por Carlos Avilez e o Teatro Experimental de Cascais.

Escreve “Histórias do Delfim” para as revistas Fórum Ambiente e Fórum Estudante. É um dos organizadores, juntamente com a Associação 12 de Novembro, do espectáculo “Timor Livre”.

Em 1995 fez parte do júri residente do concurso “Selecção Nacional” da RTP1. Fez o mesmo papel no concurso “Chuva de Estrelas da SIC. Adaptou para português as canções de “Pateta: O Filme”. Participou no disco de estreia dos Polo Norte. Ainda neste ano Manuel Faria convidou Miguel Ângelo a participar na compilação de Natal “Espanta Espíritos” num dueto com António Manuel Ribeiro no tema “Podia Ser Natal”.

No ano de 1996 foi a voz de Woody no filme “Toy Story: Os Rivais” da Disney e Pixar, de que também foi responsável pela adaptação, direcção musical e intérprete. Repetiu a experiência em “O Corcunda de Notre Dame”. No verão de 1996 foi o apresentador do programa “Cantigas da Rua” da SIC.

Em 1997 deu a voz e adapta as canções do filme “Hércules”, da Disney, além de dar voz ao personagem principal de mesmo nome. Produziu o disco do grupo African Voices e participou no disco “Voz & Guitarra”.

Em 1998 voltou a dar a voz a John Smith no filme “Pocahontas II: Viagem a um Mundo Novo”. Apresenta, na RTP 1, o programa “Miguel Ângelo Ao Vivo”. Lançou o seu primeiro disco a solo, “Timidez”. Participou com o “Tema de Zona J” e “Só eu te posso ajudar” na banda sonora do filme “Zona J” de Leonel Vieira.

Em 1999 gravou um dos temas do filme “Uma Vida de Insecto” da Pixar. Andou em digressão – “Marginal” um musical urbano – com o seu disco de estreia. Em maio apresentou-se no Coliseu de Lisboa. Fez um dueto com Rei Kuango, no tema “Não estás só”. Participa na campanha de solidariedade “Timor Livre – É agora ou já”.

Em 2007 iniciou, com João Gomes ao piano, um recital volante intitulado “A Chama Ardente” onde interpretam canções próprias e sequestradas.

Em 2010, formou o grupo Movimento, juntamente com outros músicos portugueses e voltou a dar a voz de Woody em “Toy Story 3” da Disney e Pixar.

Discos

  • Timidez (CD, BMG, 1998)
  • Primeiro (CD, ArtHouse / Valentim de Carvalho, 2012)
  • Segundo (2015)

Colaborações:

• “Amor Meu Grande Amor” – Barão Vermelho (1997)
• “Asas de um Anjo” – Caravana (1998)
• “Lisboa” – Pólo Norte (2000)
• “Não Ando a Dormir / Estou no Ar” – Fernando Cunha (1998)
• “Não Estás Só” – Rey Kuango (1999)
• “Natal” – African Voices (1997)
• “O Grito” – Pólo Norte (1995)
• “O Vento Mudou” – com Eduardo Nascimento (2015)
• “Podia Ser Natal” – Espanta Espíritos (1995)
• “Só eu te posso ajudar” – Filme Zona J (1998)
• Filmes Disney (Corcunda, 1996; A magia Disney, 2003)

Partilhe
Share on Facebook
Facebook