Mário Barreiros

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Mário Barreiros

Bateria

Natural do Porto (1961), Mário Barreiros estudou bateria e guitarra como autodidata, tendo integrado, apenas com oito anos de idade, o grupo Mini-Pop, formado pelo seu pai. Frequentou o conservatório de Música do Porto e em 1978, com o fim do Mini Pop, Mário Barreiros descobriu em definitivo o Jazz, desde logo nutrindo uma grande admiração por Tony Williams.

As suas primeiras actuações como baterista de Jazz aconteceram em Lisboa no Hot Clube e em 1981-82 surgiu integrado no Quarteto de Rão Kyao juntamente com António Pinho Vargas e José Eduardo.

Mário Barreiros estudou com os bateristas Billy Hart, Paul Motian, Joe Hunt e Kenny Washington. Fez parte do Quinteto de Maria João, Quarteto de António Pinho Vargas, Sexteto de Jazz de Lisboa, Quarteto de Mário Laginha, Cool Jazz Orchestra (de Pedro Abrunhosa) e tocou entre outros, com Andy Sheppard, David Liebman, Frank Lacy, John Stubblefield, David Schnitter, Al Grey, Perico Sambeat e Wayne Shorter. Foi ainda um dos fundadores do grupo Jafumega e do Sexteto de Mário Barreiros. Foi guitarrista de Rui Veloso e os Optimistas e de Pedro Abrunhosa & Bandemónio. Participou em Festivais em Portugal, Espanha, França, Itália, Bélgica, Suiça, Macau, Inglaterra, Canadá, EUA e Brasil. Actualmente para além da sua actividade como guitarrista e produtor, integra o Quarteto de Carlos Barretto, juntamente com Perico Sambeat e Bernardo Sassetti.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook