Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Maria João

Voz

A carreira de Maria João tem sido pautada pela participação nos mais conceituados festivais de jazz da Europa e do mundo.

Um percurso iniciado na Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal e que, em poucos anos, extrapolou fronteiras, fazendo de Maria João uma das poucas cantoras portuguesas aclamadas no estrangeiro.

Possuidora de um estilo único, tornou-se num ponto de referência no difícil e competitivo campo da música improvisada. Uma capacidade vocal notável e uma intensidade interpretativa singular valeram-lhe não só o reconhecimento internacional, como a figuração na galeria das melhores cantoras da actualidade.

Unânimes no aplauso, crítica e público nomearam-na “uma voz levada às últimas consequências”, declarando-a “uma cantora que não pára de evoluir”.

Para além da sua pareceria com Mário Laginha, gravou em nome próprio: Sol; João, disco dedicado ao cancioneiro popular do Brasil; Amoras e Framboesas com a Orquestra Jazz de Matosinhos; e Electrodoméstico com Ogre, e tem já na calha um novo disco – Minúsculo, com o seu projecto A Aventura das Abelhas. A nível internacional trabalhou com prestigiados nomes da música, tais como: Aki Takase, Bob Stenson, Christof Lauer, Gilberto Gil, Joe Zawinul, Laureen Newton, Lenine, Guinga, Wolfgang Muthspiel, Trilok Gurtu, Ralph Towner, Manu Katché, Saxofour, Brussels Jazz Orchestra e Frankfurt Big Band, entre muitos outros.

2013

Partilhe
Share on Facebook
Facebook