Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Maria de Freitas

Meio-soprano

Maria Luísa de Freitas iniciou os estudos de canto na Escola de Música do Conservatório Nacional, Lisboa, na classe de José Carlos Xavier. Trabalhou com Elsa Saque, Franca Mattiucci, Claire Vangelisti, Teresa Berganza e João Lourenço. Estuda actualmente com Raimondo Metre, em Itália.

Participou na peça “As Troianas” (Eurípedes), com encenação de João Mota, no Teatro Nacional de D. Maria II. Desempenhou o papel de Lucretia, num excerto encenado da ópera “The Rape of Lucretia” (Britten), no Teatro Rivoli do Porto, com o Remix Ensemble, sob a direcção de P. Bergamin e encenação de M. Tinkler. Realizou concertos com a Orquestra do Algarve, interpretando árias de ópera e com a Orquestra das Beiras, cantou a Missa em Si menor de J.S. Bach. Foi cantora convidada pelo Estúdio de Ópera do Porto, dirigido por Jeff Cohen, onde interpretou árias e canções de Wolf e Berlioz. Na qualidade de cantora/narradora, protagonizou “O Gato Cantor”, um espectáculo infantil, dirigido por João de Mello Alvim. Participou no espectáculo “Boca”, com música original de Magna Ferreira, com o Teatro Bruto. Tem-se apresentado por todo o País, num recital encenado, com canções portuguesas e espanholas, com a colaboração do pianista Francisco Sassetti e a direcção cénica de João de Mello Alvim.

Conquistou o Prémio Bocage, no Concurso Nacional de Canto Luisa Todi, em 2005. Conquistou o Primeiro Prémio (voz feminina) do Concurso Internacional de Canto de Bidu Sayão, em 2006, no Brasil. Na Itália, onde vive, apresentou-se como solista numa missa escrita por Massimiliano Viapiano. Na temporada de ópera de 2006 do Teatro Nacional de São Carlos, fez parte dos elencos das óperas, “Sancta Susanna” de Hindemith, e “Don Duardos e Flérida” de Fernando Lopes-Graça. Com o CPO, interpretará a protagonista da ópera “Carmen”, de Bizet.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook