Manuel Luís Azevedo, trompete

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Manuel Luís Azevedo

Trompete

Manuel Luís Azevedo iniciou os estudos musicais aos seis anos na Academia de Música de Santa Maria da Feira. Aos dez anos ingressou na Academia de Música de São João da Madeira, onde iniciou os estudos em Trompete, com Fernando Baptista, concluindo mais tarde 8º grau.

Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian.

A partir de 1993, prosseguiu os estudos na Escola Superior de Música do Porto (ESMAE), no curso de Trompete, na classe de Kevin Wauldron, terminando o Bacharelato em 1997.

Concluiu em 2002, a licenciatura de Trompete, na Escola Superior de Música de Lisboa, na classe dos professores David Burt e Steven Mason.

Ao longo dos anos participou na Orquestra das Escolas de Música Particulares, sob a direcção do maestro Leonardo Barros, Orquestra Sopros para Jovens Músicos de Aveiro, dirigida pelo maestro Jan Kober, Orquestra Sinfonieta Inter-Escolar do Norte, sob a direcção dos maestros Hank Alkema e Omri Hadari, Grupo de Percussão da ESMAE, orientado pelo maestro Miguel Bernard, Orquestra do Norte, Orquestra Domingos Capela, Orquestra Sinfónica Particular de Espinho, Orquestra e Banda Sinfónica de jovens de Santa Maria da Feira e Orquestra Metropolitana de Lisboa.

Foi solista na Ópera de Gian Carlo Menotti “The Medium – Baba, a espírita”, dirigida pelo maestro Gaetano Soliman.
Tocou o concerto em Ré M de Giuseppe Torelli, acompanhado pela Orquestra do Conservatório de Música do Porto, sob a direcção do Prof. Kamen Goleminov.

Tem frequentado vários cursos de interpretação e técnica, bem como classes magistrais de Trompete sob orientação de Benjamin Moreno, Spanish Brass, Canadian Brass, Fred Mills, Eric Aubier, Reinhold Frederich, Allen Vizzutti, Philip Smith, Pierre Dutot e Guy Touvron (tendo com este último tocado a solo o concerto para 2 Trompetes de Vivaldi).

Participou no Curso Nacional de Direcção de Banda, orientado pelo Maestro Marcel Van Bree e Douglas Bostock, Jan Cober, Carlo Pirola e Rafael Vilaplana, no Curso de Regentes de Bandas Filarmónicas (Inatel), sob orientação dos maestros: Francisco Ferreira, José Pedro Figueiredo e Tristão Nogueira e mais recentemente com o Maestro António Saiote.

Foi maestro do Grupo Musical Estrela de Argoncilhe de 2002 a maio de 2004.

Orientou a classe de trompete nas I, II, III, IV e V Jornadas Musicais, organizadas em Santa Maria da Feira.

Em 2003 gravou em CD e DVD o concerto para trompete de Alexander Arutunian, acompanhado pela Banda Sinfónica do Conservatório de Música do Porto, sob a direcção do maestro Francisco Ferreira.

Em parceria com Rui Soares, gravou em 2006 na Igreja Matriz de Espinho, o CD intitulado “Órgão e Trompete”, uma interessante simbiose entre órgão de tubos e trompete (piccolo).

Ao longo dos anos, têm realizado vários concertos pelo país, destacando-se o realizado em 2009 na Sala Suggia (Casa da Música) e em 2013 na Sé do Porto.

Em 2007 ministrou o workshop “Técnicas de Memorização” realizada nas instalações de Cardoso & Conceição.

Participou no II Estágio da Banda Sinfónica da Covilhã, como orientador da classe de Trompetes.

É membro do grupo de metais do Porto Solemnium Concentus e da Banda Sinfónica Portuguesa, tendo com esta última, tocado a solo o “Carnaval de Veneza” de Arban.

Foi júri do II , III , IV, V, VI , VII, VIII, IX e X Concurso de Trompetes da Póvoa de Varzim.

É maestro da Banda Musical de Souto, exercendo também o cargo de Director Pedagógico da Escola de Música de Souto.
Com esta última, conta já com a gravação de dois CD, concertos em diversas salas nacionais (Casa da Música e Europarque), 2º lugar no Concurso de bandas de música de Aveiro, participação no Festival Internacional de Bandas de Torrevieja (Espanha) e Guardo (Palência – Espanha), I Festival Ibérico de bandas no Conservatório de Música do Porto.

Actualmente é professor de trompete no Conservatório de Música do Porto, onde ingressou por concurso de provas públicas e na Academia de Música de Santa Maria da Feira.

Concluiu em 2009 a “Profissionalização em serviço” na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto.

É grau de Cavaleiro – Confrade Honorário, da Confraria do Vinho do Porto.

Em 2012, foi condecorado pela Junta de Freguesia de São Miguel de Souto, pelo reconhecimento do trabalho prestado, enquanto Maestro da Banda Musical de Souto, em prol da Freguesia.

Em Julho de 2012 orientou como formador de Trompete, o I Curso de Aperfeiçoamento para Instrumentos de Sopro em Velas, Ilha de São Jorge – Açores.

Em 2013, orientou como Professor de Trompete a masterclass realizada na Academia de Música de Paços de Brandão e em 2016 na Academia de Música de Vilar do Paraíso.

[ Publicado na Meloteca a 11 de junho de 2020 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook