Manuel Jorge Veloso

Manuel Jorge Veloso

Bateria . Composição . Crítica

Manuel Jorge Veloso nasceu em Lisboa, em 21 de Maio de 1937 e faleceu a 13 de novembro de 2019. Desde cedo se interessou pela música, tendo como habilitações o 1º Ano do Curso Superior de Composição e o 2º Ano do Curso Superior de Violino (Conservatório Nacional).

No domínio do jazz, foi membro fundador (baterista) do Quarteto do Hot Clube de Portugal, com o qual se apresentou em concertos por todo o País e, ainda, no Festival Internacional de Jazz de Comblain-La-Tour (Bélgica) em 1963.

Individualmente, tocou em jam sessions com inúmeros músicos de jazz portugueses e estrangeiros de passagem por Portugal ou no estrangeiro (França, Bélgica), entre os quais Jerome Richardson, Sahib Shihab, Bennie Bailey, Melba Liston ou Julius Watkins (da orq. de Quincy Jones) e, ainda, Don Byas, Herb Geller, Chet Baker, Barney Wilen, René Thomas, Philip Catherine, Pony Poindexter, Paul Gonsalves, Gerry Mulligan ou Milt Jackson, tendo integrado com Marcos Resende e Jean Sarbib o Quarteto de Dexter Gordon no I Festival Internacional de Jazz de Cascais (1971).

Na televisão, entre 1958 e 1971 foi produtor de programas de música clássica e de jazz (designadamente o programa «TV Jazz») na RTP, onde mais tarde (1974/1975) foi membro da Comissão Directiva de Programas e Chefe do Departamento de Programas Musicais. Foi também assistente de produção da série «O Povo que Canta» (Michel Giacometti).

Na rádio, desde os anos de 1960 até hoje, foi autor e apresentador de vários programas de jazz na ex-EN, ex-RCP e RR, integrou a equipa do Programa «Tempo ZIP» da RR (1971/1972) e apresentou a rubrica «Os Clássicos no Jazz» no espaço de emissão matutino «Opus 8/11» da Antena 2, canal onde é, desde Março de 1993, autor e apresentador do programa «Um Toque de Jazz».

Nos anos 1960/1970, escreveu artigos de divulgação sobre jazz em vários jornais e revistas e, já nos anos 90, na «Capital» e na revista «Já»; traduziu o Livro «O Mundo da Música», de Leonard Bernstein (Livros do Brasil) e colaborou na entrada Jazz para a Enciclopédia Meridiano/Fischer, Vol. 7 «Música» – Edição portuguesa: 1968 – Editora original: Fischer Bücherei KG (Frankfurt am Main).

Entre 1998 e 2007, colaborou no suplemento «DNMúsica» do Diário de Notícias e foi crítico de jazz (concertos, festivais) no mesmo jornal.

Realiza regularmente conferências sobre jazz e é autor de notas para folhas de sala de concertos de jazz para várias instituições.

Na edição discográfica, foi produtor (EMI/VC, Sassetti-Guilda da Música, Caminho) nas áreas da música popular, erudita, jazz e discos literários (1971/1974).

No domínio do cinema, é autor da banda sonora de «Belarmino» (1964) e «Uma Abelha na Chuva» (1968) de Fernando Lopes e «Pedro Só» (1971) de Alfredo Tropa, bem como para uma dezena de documentários. Foi professor da cadeira «Construção e Análise da Banda Sonora» (Escola de Cinema do Conservatório Nacional, 1971/1973) e tem o mestrado em Realização pela Escola Superior de Cinema e Televisão de Babelsberg/Potsdam (1979/1984).

Foi membro da direcção da Juventude Musical Portuguesa (1966/1968) e Secretário-Geral da Academia de Amadores de Música (1985/1991).

Foi coordenador e autor de várias entradas no domínio do jazz para a «Enciclopédia da Música Portuguesa do Século XX», Instituto de Musicologia, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Morreu em Lisboa a 13 de novembro de 2019, vítima de doença oncológica.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook