Bio+

Manuel de Almeida Ferrer

Violino

Manuel de Almeida Ferrer nasceu em Outubro de 1994, em Vila Nova de Gaia.

Iniciou o estudo de violino aos 6 anos com Marilyn Brito na Escola de Música Nossa Senhora do Cabo. Em 2005 passou a frequentar a classe de violino de Gareguin Aroutiouian na Academia de Amadores de Música, onde terminou o curso de violino com a avaliação de louvor, tendo frequentado também as aulas de diversos professores, entre eles Eurico Carrapatoso, Fernando Flores, Vítor Paiva e Carlos Ferreiro.

Em 2012 ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa (ESML), na classe de Gareguin Aroutiounian, tendo frequentado também as classes de Paulo Pacheco, Irene Lima, e Sérgio Azevedo.

No decorrer destes anos teve oportunidade de participar em diversos cursos e classes de aperfeiçoamento de violino com Roberto Valdes, Ana Beatriz Manzanilla, Alexander Trotsiansky, Sergey Kravchenko, Elliot Lawson, Ilya Grubert, Barbara Doll, Phillippe Graffin e Baranabás Kelemen e de música de câmara com Artur Pizarro, Olga Prats, Alexandre Delgado, Alex Klein, Clive Brown e Pietro Serafin.

Apresentou-se já em numerosos palcos nacionais como o Teatro Nacional de São Carlos, Fundação Calouste Gulbenkian, Culturgest, Centro Cultural de Belém e Casa da Música no Porto, em várias óperas, concertos e grupos de música de câmara, tendo colaborado com nomes como Michael Zilm, José Cura, David Levi, Cesário Costa, João Paulo Santos, Vasco Azevedo, Vasco Mendonça e Piotr Anderzewski.

​Participou no seu 1º concurso de violino em 2006, “Concurso Tomás Borba” – 2ª edição, tendo recebido por isso uma Menção Honrosa (1ª categoria). Desde então tem concorrido a outros concursos, entre os quais “Prémio José Augusto Alegria” – edição de 2008 (2º classificado na categoria até aos 15 anos), “Concurso de Violino do Conservatório de Fátima e Ourém” – edição de 2009 (2º classificado na categoria de nível mais avançado), “Prémio José Augusto Alegria” – edição de 2011 (1º prémio na categoria até aos 18 anos), “Concurso Internacional Cidade do Fundão” – edição de 2015 (3º classificado na categoria mais elevada), “Paços’ Premium” – edição de 2015 (1º prémio na categoria mais elevada), “II Concurso Nacional de Cordas Vasco Barbosa” – 2016 (3º prémio) e Prémio Elisa de Sousa Pedroso 2016 (1º prémio).

Participou também em iniciativas musicais como “Música de Fabrico Próprio” (Centro Cultural Malaposta – 2004) como intérprete e compositor, “As Lições de Bach – Dias da Música em Belém” (Centro Cultural de Belém – 2009) como intérprete em “Escolas em Palco nos Dias da Música – Da Europa ao Novo Mundo” (Centro Cultural de Belém – 2011) como intérprete e compositor de uma “Peça Para Violino e Piano (no estilo das Louanges do «Quarteto Para o Fim do Tempo» de O. Messiaen”.

Desde 2015 que é membro do projeto Orquestra XXI. Em 2014 apresentou-se também como solista no 1º Festival de Cordas da ESML e foi artista convidado no “XXXIX Festival Internacional de Música de Verão” (FIMUV – 2016).

​Juntamente com Patrícia Silva (clarinete) e Bárbara Costa (piano), com quem forma o TRIO Púrpura, foi galardoado com 3º prémio no “Concurso Internacional de Música de Câmara de Alcobaça” (CIMCA). O TRIO Púrpura foi também um dos grupos presentes na edição de 2014 do festival HARMOS.

​Atualmente estuda no Koninklijk Conservatorium van Antwerpen (Real Conservatório de Antuérpia) na classe de Alissa Margulis e Benjamin Braude, trabalhando também com Justus Grim e Ivo Venkov. Em simultâneo, está inscrito no Corso de Perfezionamento Musicale da Fondazione Musicale Santa Cecilia, sob a direção de Ilya Grubert.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook