Magdalena van Zeller

Cravo

Magdalena van Zeller nasceu em Lisboa, em 1940 e morreu a 30 de março de 2016, vítima de doença prolongada. Formou-se no Conservatório Nacional de Lisboa, prosseguindo os estudos em Inglaterra e na Suíça.

Distinta cravista, a sua carreira passa por palcos e escolas, nacionais e internacionais (Espanha, Suíça, Bélgica e Reino Unido), tendo sido distinguida com o prémio do Conservatório de Lisboa e o Prémio Luiz Costa, do Porto.

Não só com a sua interpretação do Concerto de Carlos Seixas, reconhecidamente considerada de excelência por musicólogos e críticos, Magdalena van Zeller deixa um contributo ímpar, com o seu pioneirismo, na redescoberta da música antiga portuguesa.

Nas palavras de Rui Vieira Nery, musicólogo, Magdalena van Zeller, “aluna de Maria Malafaia no Conservatório Nacional, especializou-se depois em Inglaterra e tornou-se numa das mais respeitadas cravistas portuguesas da sua geração, como intérprete consagrada de compositores do Barroco como Carlos Seixas e Sousa Carvalho, mas também das modinhas luso-brasileiras do final do século XVIII (com as vozes de Elsa Saque e Fernando Serafim) e ainda do repertório de cravo do século XX, tanto de autores portugueses contemporâneos como de obras de referência internacional como o concerto de Cravo de Manuel de Falla, que tocou por diversas vezes com a Orquestra Gulbenkian, entre outras”.

Apesar de dedicar a sua carreira ao cravo, Magdalena Van Zeller tinha uma paixão por toda a música erudita, levando-a a assumir o cargo de realizadora de programas de rádio na Antena 2, de 1972 a 2005. Foi também responsável, durante anos, pela programação dos Concertos ao Vivo da Antena 2.

Já aposentada da Radiodifusão Portuguesa (RDP), Magdalena Van Zeller continuou a dar concertos, nomeadamente os integrados no ciclo Música Barroca em Cascais, dedicados a Johann Sebastian Bach, com o violinista Vasco Barbosa, falecido em fevereiro último, ou no programa dedicado a Mozart, com o Quarteto Atalaya, no Auditório Amélia Rey Colaço, em Algés.

Partilhe
Share on Facebook
Facebook