Luiz Costa, compositor português natural de Barcelos

Luiz Costa

Pianista . Pedagogo . Compositor

Pai da pianista e professora Helena Sá e Costa e da violoncelista Madalena Sá e Costa, genro de Bernardo Valentim Moreira de Sá (1853-1924), marido da pianista Leonilda Moreira de Sá e Costa (1882-1964), Luiz Costa foi compositor, pianista e pedagogo, e fundador do Conservatório de Música do Porto e do Orpheon Portuense.

Luiz Costa (Barcelos, Monte de Fralães, 25 de setembro 1879 — Porto, 7 de janeiro de 1960) foi um dos mais proeminentes pianistas e compositores portugueses do seu tempo. Faz parte da primeira geração de professores de piano do Conservatório de Música do Porto e exerceu o cargo de diretor entre 1933 e 1934.

A sua intensa atividade pedagógica repartia-se pelo cargo que exerceu como professor de piano do Conservatório de Música do Porto desde a sua fundação (1917) até 1949 e pelas inúmeras aulas particulares que fornecia em sua casa, deixando uma marca indelével na formação de toda uma geração de pianistas portugueses com destaque para Berta Alves de Souza, Hélia Soveral e Helena Sá e Costa.

Formado na Alemanha entre 1905 e 1907, onde estudou com Vianna da Mota, Bernhard Stavenhagen, Conrad Ansorge e Ferrucio Busoni, representantes da Nova Escola Alemã de Piano, fundada por Franz Liszt, desenvolveu uma intensa carreira a solo e de música de câmara tendo-se apresentado ao lado de músicos como Casals, Guilhermina Suggia, Cortot, Enesco ou Friedman.

Salienta-se também a atividade como presidente da Sociedade de Concertos Orpheon Portuense, promovendo na cidade do Porto concertos com alguns dos maiores nomes da música como Ravel, Arrau, Backhaus, Landowska, Fischer, entre tantos outros.

Luiz Costa é também um dos compositores mais representativos do modernismo português, colhendo influências múltiplas para as suas criações, como a poesia de Corrêa de Oliveira e de Teixeira de Pascoaes, a escultura de Teixeira Lopes, assim como a atmosfera campesina do Minho sua terra natal.

No dia em que se comemoram 141 anos do seu nascimento, a Casa da Música lança um novo site inteiramente dedicado ao seu espólio musical, em grande parte inédito. A alma lírica e bucólica de Luiz Costa atravessa um repertório de quase 180 composições, abrangendo peças para piano, voz e piano, música de câmara, orquestra e outras. São herdeiras do Romantismo, do Neoclassicismo e do Impressionismo, em que bebeu influências, revelando sempre uma atmosfera portuguesa. A catalogação da obra foi realizada pela musicóloga Christine Wassermann Beirão, curadora do espólio juntamente com Henrique Gomes de Araújo e Helena Costa Araújo. (Casa da Música, 25 de setembro de 2020)

FONTE:

Arts and Culture, acesso a 14 de março de 2018

[ Músicos naturais de Barcelos ]