Luís Sampaio, clarinetista, de Felgueiras

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Luís Sampaio

Clarinete

Luís Pedro Sampaio, clarinetista, nasceu em Felgueiras em 1996. Iniciou os estudos musicais no Conservatório de Música de Felgueiras aos 9 anos. Estudou clarinete com os professores Carlos Ferreira e Manuel Lemos no Conservatório de Música de Felgueiras; Nuno Madureira e José Ricardo Freitas na Academia de Música José Atalaya em Fafe, onde conclui o 8º grau obtendo a classificação máxima no ano letivo 2010/2011.

Com Carlos Alves e Pedro Ladeira estudou na Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART)/Instituto Politécnico de Castelo Branco, onde se licenciou em 2018, no Curso de Licenciatura em Música – Variante de Instrumento, opção Clarinete, com a classificação final de 19 (dezanove) valores. Encontra-se a concluir o Mestrado em Ensino de Música na ESART.

Participou em várias classes de aperfeiçoamento com prestigiados clarinetistas a nível nacional e internacional como António Saiote, Nuno Pinto, Carlos Alves, Iva Barbosa, Cândida Oliveira, Dimingos Castro, Vítor Matos, Victor Pereira, Ricardo Alves, Juan Ferrer, Jordi Pons, Manuel Hernandez, Cristiano Alves, Yamileth Perez, Enrique Pérez Piquer, Giovanni Punzi, Philippe Cuper, Michel Arrignon, Josep Fuster, Esther Georgie, Luis Vargas, Valdemar Rodriguez, John Cipolla, Florent Héau, Javier Llopis, Aude Camus, entre outros. Realizou aulas e cursos de Música de Câmara com Olga Prats, Luísa Tender, Rui Dias (compositor), Carlos Alves e António Carrilho. Trabalhou com várias formações tais como: Trio de Clarinete, Viola d’Arco e Piano, Quarteto de Clarinetes, Trio de Violino, Clarinete e Piano, Trio de Clarinete, Trompa e Piano, Duo de Clarinetes e Quinteto de Sopros.

Foi premiado em vários concursos, como 3º Prémio no Concurso Terras de Lá Salette, Finalista e Semi-finalista deste mesmo concurso, Menção Honrosa no Concurso Sons de Cabral em Belmonte e Finalista do mesmo. Finalista do Concurso Luso-Espanhol de Fafe. Ganhou o lugar de Solista da obra Rhapsody in Blue e Concertino no Estágio Nacional de Orquestra de Sopros de Esposende. Penderecki Musik: Akademiewestfalen (2015), Foi admitido como Clarinete Suplente para o Estágio Gulbenkian Orquestra (2016) e na Neue Philarmonie München (2019). Ficou como residente na The World Orchestra (2016), Atlantic Coast Orchestra (2015), Orquestra Académica Filarmónica Portuguesa (2019) e Clarinete Suplente para o Estágio Gulbenkian Orquestra (2019).

Colaborou com a Orquestra Académica Filarmónica Portuguesa, The World Orchestra, Orquestra Filarmonia das Beiras, Atlantic Coast Orchestra, Orquestra Fi-bra, Orquestra Filarmónica de Braga, Orquestra Templarius, Orquestra da Fundação ALord, Orquestra Sinfónica da ESART e Banda Sinfónica Portuguesa. Apresentou-se como solista com a Orquestra Sinfónica da ESART.

Gravou um CD “Coração Cinéfilo” com a Orquestra Filarmónica de Braga, sob a orientação de Filipe Cunha. Com a mesma orquestra participou na digressão à China de 26 de dezembro 2019 a 07 de janeiro 2020. Deu recital “Diálogos”com Frederic Cardoso realizado em streaming na Casa das Artes de Felgueiras a 27 de novembro de 2020. Fez a estreia absoluta da obra “Feedback” para dois clarinetes e eletrónica, do compositor Rui Dias e “Reflexus” opus 110, para dois clarinetistas com sonorização e espaço de Jorge Salgueiro.

No ano letivo 2018/2019 lecionou a classe de Clarinete na Escola de Música Descoberta da Música (Maia) e Academia Allegro – Academia de Música, Artes e Conhecimento – Braga. Em 2019 orientou um Workshop de Clarinete no Colégio D. Pedro V – Braga. Colabora com a The World Orchestra, é Solista B na Orquestra da Costa Atlântica e é professor de Clarinete e Música de Conjunto na Academia de Música Fi-Bra e Escola de Música da Banda Musical de Cabreiros – Braga.

Luís Pedro Sampaio segue uma carreira como solista e músico de orquestra e música de câmara. É também artista das marcas Buffet Crampon, Vandoren e Intermezzo.

[ Músicos naturais de Felgueiras ]

Mais músicos de Felgueiras AQUI.

Bio facultada por Luís Sampaio, publicada na Meloteca a 11 de fevereiro de 2021

Partilhe
Share on Facebook
Facebook