Luís Rodrigues

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Luís Rodrigues

Barítono

Luís Rodrigues estudou no Conservatório Nacional e na Escola Superior de Música de Lisboa. Foi laureado com vários prémios entre 1995 e 1999: 1º prémio no II Concurso de Interpretação do Estoril, Prémio Jovens Músicos RDP (Música de Câmara, com o pianista David Santos) e 4º Concurso de Canto Luísa Todi; 2º Prémio no Concours-Festival de la Mélodie Française em Saint-Chamond (França); vencedor ex-aequo do concurso PoulencPlus (Mélodies de Poulenc) em Nova Iorque.

Cantou Harlekin (Ariadne auf Naxos), Ping (Turandot), Figaro (O Barbeiro de Sevilha) e Guglielmo (Così fan tutte) no Teatro Nacional de S. Carlos (TNSC), Mr. Gedge (Albert Herring) e Eduard (Neues vom Tage) no Teatro Aberto, Semicúpio (Guerras do Alecrim e da Mangerona) no Acarte, Teatro da Trindade e Teatro Nacional D. Maria II (Prémio Bordalo da Imprensa 2000 para Música Erudita), Marcello (La Bohème) com o Círculo Portuense de Ópera e a Orquestra Nacional do Porto (ONP) no Coliseu desta cidade e com o TNSC na Figueira da Foz, Tom (The English Cat) com a Cornucópia e a ONP no Rivoli e TNSC, Guarda Florestal (A Raposinha Matreira) com a Casa da Música no Rivoli, Papageno (A Flauta Mágica) e Sumo Sacerdote (Sansão e Dalila – versão de concerto) na Fundação Calouste Gulbenkian, Yoshio (Hanjo) na Culturgest, Arsénio (La Spinalba) e Marcaniello (Lo frate ’nnamorato) com os Músicos do Tejo no CCB, Giorgio Germont (La Traviata), Iago (Otello) e o papel titular de D. Giovanni com a Orquestra do Norte e Belcore (L’Elisir d’Amore), Figaro (O Barbeiro de Sevilha), Escamillo (Carmen) e Carmina Burana com a Eventos Ibéricos e a Orquestra do Norte.

Participou na estreia absoluta de obras de António Pinho Vargas, David del Puerto, António Chagas Rosa, Nuno Côrte-Real, Vasco Mendonça, Jorge Peixinho, Fernando Lapa, Luís Tinoco e Pedro Faria Gomes.

Como solista de oratória participou em vários programas com a Orquestra Metropolitana de Lisboa e o coro Lisboa Cantat ou o Coral de S. José (Ponta Delgada), a ONP e o Coro da Sé Catedral do Porto, ou com o Coro e Orquestra Gulbenkian, com quem gravou, sob a direcção de Michel Corboz, o Requiem de Suppé (Virgin Classics) e um Gloria de Bomtempo (Strauss-Portugalsom).

Interpretando música de câmara tem vindo a colaborar com os pianistas David Santos, Nuno Vieira de Almeida, Jaime Mota e João Paulo Santos e com agrupamentos como o Drumming, o Remix Ensemble, a ONP e a Orquestra Sinfónica Portuguesa. Canta a parte de Biagio na gravação da ópera de Marcos Portugal Le Donne Cambiate, distribuída pela Marco Polo.

Gravou também para a editora AboutMusic a Viagem de Inverno de Schubert, com o pianista David Santos, e Opera Premium, um CD com árias, duos e trios de ópera, com o soprano Dora Rodrigues e o tenor Mário Alves, acompanhados pela OML sob a direcção de João Paulo Santos. Gravou ainda canções de compositores do Porto com o pianista Jaime Mota (Fermata) e Canções de Negro e de Sal, um ciclo orquestral de Fernando Lapa com poemas de Alexandre Pinheiro Torres, encomenda do Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim (Numérica).

Partilhe
Share on Facebook
Facebook