Luís Represas

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Luís Represas

Voz

Luís Paulo Fontes Represas (Lisboa, 24 de Novembro de 1956) é um cantor e compositor português.

De remota origem galega, Luís Represas foi desde cedo muito interessado pela música, prova disso é o facto de ter comprado aos 13 anos a sua primeira guitarra.

É em 1976 que funda a banda Trovante, juntamente com João Gil, João Nuno Represas, Manuel Faria e Artur Costa, um grupo que se viria a revelar um dos mais influentes da música popular portuguesa.

Em 1992, os Trovante separam-se e Luís Represas inicia a sua carreira a solo.

Luís Represas refugia-se em Havana para compor músicas, com a colaboração do baixista português Nani Teixeira e dos cubanos Pablo Milanés (nome maior da música cubana) e Miguel Nuñez (pianista). Pablo Milanés cria com Represas um dos mais reconhecidos duetos nacionais, Feiticeira.

Após uma digressão por todo o país enche por duas noites a sala do Coliseu dos Recreios, num concerto que também foi transmitido pela RTP. Produz o disco Cumplicidades com a colaboração do pianista Bernardo Sassetti e de Davy Spillane. Faz, após outra digressão, por quatro noites consecutivas e lotadas um concerto no Centro Cultural de Belém, que daria origem a um CD duplo.

Em 1998 lança o disco A Hora do Lobo.

Em 12 de Maio de 1999, a convite do Presidente da República Jorge Sampaio, Represas reúne-se com o grupo Trovante para um espectáculo no Pavilhão Atlântico. Nesse ano aceita o convite para ser a voz, na versão portuguesa, dos temas originais de Phil Collins, para a banda sonora do filme de animação Tarzan da Disney.

Em 2000 é editado o álbum Código Verde onde se inclui o tema “O Lado Bom da Saudade” – apresentado na cerimónia da transferência de soberania de Macau – e ainda a participação especial de Martinho da Vila em “O Zorro”. Assina a composição da banda sonora original da série televisiva “A Raia dos Medos”.

Em 2001 Luís Represas comemora os 25 anos de carreira com concertos no Pavilhão Atlântico e no Coliseu do Porto.

Grava o disco Reserva Especial com a Orquestra Sinfónica da República Checa.

A convite da Swatch é editado um single com o tema “Quero uma casa deste tamanho” e duas gravações inéditas do concerto “25 anos de música” no Pavilhão Atlântico. As receitas reverteram em favor da instituição de solidariedade “Ajuda de Berço”.

O álbum Fora de Mão é lançado em 2003.

A 9 de Junho de 2005 é condecorado com a Comenda da Ordem do Mérito.

Olhos nos olhos, o seu nono disco a solo, é lançado em 2008 e integralmente gravado em Cuba, contando com a participação especial da brasileira Simone, dos cubanos Pablo Milanés e Liuba Maria Hévia, entre outros.

Participa no álbum de Margareth Menezes – Um Caso A Mais e juntamente com Carlinhos Brown e outros artistas da música popular brasileira, participa no DVD da brasileira.

“Sisudo Amável” é o single de apresentação do disco Luís Represas e João Gil.

Luís Represas canta missa em latim no disco Missa Brevis de 2012 com música de João Gil.

Casou três vezes, tendo do segundo casamento João Nicolau (1992) e Carolina (1995) e do terceiro em 1998 Nuno (1999) e José Alberto (2003).

DISCOGRAFIA
Represas (CD, EMI, 1993)
Cumplicidades (CD, EMI, 1994)
Ao Vivo no CCB (2CD, EMI, 1996)
A Hora do Lobo (CD, BMG, 1998)
Código Verde (CD, Universal, 2000)
Reserva Especial (CD, Universal, 2001)
“Quero Uma Casa deste Tamanho” (Single, Universal, 2002)
Fora de Mão (CD, Universal, 2003)
A História Toda (CD, Universal, 2006) live – também editado em DVD
Olhos nos olhos (CD, Farol, 2008)
Navegar é Preciso (CD, Micse, 2008) – editado no Brasil
Ao vivo no Campo Pequeno (2DVD, Farol, 2010) – também editado em DVD
Luís Represas e João Gil (CD, EMI, 2011)
Cores (CD, Universal, 2014)
Ao Vivo Tratamento Acústico (2CD e DVD, Universal, 2015)

OUTROS
A Arte e A Música (2004)
Feiticeira
Grandes Êxitos – EMI gold (2006)
1993-1996

Wikipédia

Partilhe
Share on Facebook
Facebook