cantor lírico Luís Rendas Pereira

Bio+

Micro-sítios Meloteca
Clique para criar o seu micro-sítio

Luís Rendas Pereira

Barítono

Luís Rendas Pereira tem-se apresentado regularmente como solista no âmbito da ópera, oratória e canção.

Estudou no Instituto Gregoriano de Lisboa, ingressando no Curso Superior de Música na Universidade de Aveiro, onde concluiu a Licenciatura em Música e o Mestrado em Ensino de Música.

Destacam-se as participações operáticas como protagonista em Le Nozze di Figaro (Conde), Cosi fan tutte (Guglielmo) e Der Schauskspieldirektor (Buff) de W. A. Mozart, The Old maid and the thief (Bob), O telefone (Ben) de G. Menotti, La Serva Padrona (Uberto) de G. B. Pergolesi e Rita (Gasparo) de G. Donizetti – as últimas três em versões portuguesas.

Trabalhou com os encenadores Mário Moutinho, Claudio Hochman, António Durães, Cláudia Marisa, Paulo Lapa, Kevin Phela, Roberto T. Vecchia, Leandro Alves e José Rui Martins.

Cantou com a Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra ESMAE, Orquestra do Zêzere Festival Arts, sob direcção dos maestros António Vassalo Lourenço, António Saiote, José Ferreira Lobo e Brian Mackay, entre outros.

Interpretou um vasto repertório no âmbito da oratória e concerto. Destacam-se a participação no “Te Deum” de Charpentier, o papel de Adão em A Criação de Joseph Haydn, os solos nas cantatas BWV 6, 36, 62, 133, 4ª cantata da Oratória de Natal, Magnificat (gravado para a RTP) e Missa em Si menor de Bach. Cantou já os solos dos Requiem de Wolfgang Amadeus Mozart, Gabriel Fauré, Maurice Duruflé e Frederick Delius. Merecem também referência a participação como barítono solista no Das Berliner Requiem de Kurt Weil, 9ª sinfonia de L. V. Beethoven e a Cantata Gnóstica de Jorge Salgueiro. Nos concertos referidos apresentou-se com diversas orquestras e formações como a Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra Clássica da Madeira, Orquestra Barroca da Casa da Música, Orquestra Clássica de Espinho, Remix Ensemble, Orquestra do Norte, Orquestra ESART, entre outras.

Para além de maestros anteriormente referidos foi dirigido por Lawrence Cummings, Paul Hillier, Cesário Costa, Baldur Brönnimann, António Vassalo Lourenço, Vasco Negreiros e Gonçalo Lourenço.

Integra desde 2011 a formação base do Coro da Casa da Música onde tem interpretado os mais variados repertórios das mais diversificadas épocas, desde a idade média até ao século XXI, desde repertório de câmara como até ao repertório sinfónico e onde tem feito vários solos. Trabalhou com maestros como Christoph König, Paul Hillier, Simon Carrington, Philip Pickett, Laurence Cummings, Martin Andre, Michail Jurowsk, Olari Elts, Paul McCreesh, entre outros.

Durante o seu percurso na Universidade de Aveiro foi aluno da soprano Isabel Alcobia. Fez o seu aperfeiçoamento artístico na A2DV, frequentando o “Vocal Performance Certificate” com Patricia MacMahon e Carla Caramujo e tem trabalhado regularmente Lieder com Wolfgang Holzmair.

Concluiu em 2017 uma Pós-Graduação em Ópera na ESMAE.

Trabalha regularmente com os professores Susan Waters e Pierre Mak e tem participado em inúmeras classes de aperfeiçoamento de canto a nível nacional e internacional, de onde se destacam os professores Francisco Lazaro, Brian Gill, Peter A. Wilson, Håkan Hagegård, Norma Enns, Stephen Robertson, Lina Maria Akerlund, Ulrika Sonntag e interpretação com João Paulo Santos, Enza Ferrari e Miquel Ortega Pujol.

Luís Rendas Pereira foi vencedor do 1º prémio (ex-aequo) no Concurso Internacional de Santa Cecília em 2013 e do 3º prémio no XV Concurso Internacional Cidade do Fundão em 2014 e 2016.

Tem-se apresentado desde 2014 em vários recitais com a pianista Rita Seara em espaços como o Teatro do Campo Alegre e Casa da Música (Porto), Pavilhão Centro de Portugal (Coimbra), Casa de Fralães (Barcelos) Hotel Moliceiro (Aveiro) e também em França no Festival de Mesnil Saint Martin, entre outros, com especial destaque à canção portuguesa. Tem ainda participado em diversas Galas de Ópera/Líricas como cantor, mas também como produtor destes eventos.

É professor de Canto, Coro e Classes de Conjunto no Conservatório de Música e Artes do Dão. Tem preparado diversos alunos premiados em concursos de canto e candidatos aptos ao ensino superior.

Dirige também o Coro Magnus D’Om (Filarmónica de Santa Comba Dão), com os qual tem apresentado dezenas de concertos. É director vocal nas produções de Teatro Musical AMAD Da pedra lascada à Broadway (2017) e O Homem de La Mancha (2018) e A queima do Galo (2019) com direcção artística de José Rui Martins.  É professor de Técnica Vocal no Zêzerere Festival Arts desde 2015 e convidado para leccionar Canto nos VI Ciclo de Masterclasses do Orfeão de Leiria e nos Cursos da Escola de Música de Esposende.

Prepara actualmente o papel de Omar Youssef, da ópera Geraldo e Samira de Amílcar Vasques-Dias a estrear em Évora em agosto de 2019.

[ Bio facultada por Luís Rendas Pereira e publicada na Meloteca a 14 de agosto de 2019 ]

Partilhe
Share on Facebook
Facebook